Prefeitura de Caraguatatuba realiza vistoria na ETE do Massaguaçu

Na manhã desta quarta-feira (23/05), funcionários da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca de Caraguatatuba realizaram uma visita técnica e vistoria na Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Massaguaçu, da Sabesp, localizada próxima a Praia da Mococa. O objetivo da vistoria foi avaliar os processos de tratamento e lançamento dos efluentes, após algumas denúncias de possível relação com a classificação em Bandeira Vermelha, na praia da Mococa, feita pela CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo.

O secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, Marcel Giorgeti, seu adjunto Roberto Ferreira e a diretora de Saneamento e Educação Ambiental, Tatiana Scian, foram recebidos por Pedro Ponce, gerente de Divisão, Huberson Emidio José, encarregado de esgoto e Pedro Rogério Veiga, engenheiro de operações, da Sabesp em Caraguatatuba. A equipe da concessionária explicou sobre os procedimentos de tratamento e sobre a preocupação em seguir as normas de regulamentação da CETESB.
“Eles realizam fiscalização com frequência e nós seguimos os padrões legais exigidos pelo órgão regulamentador. Muitas vezes vamos além em nossos cuidados. Por isso, temos tranquilidade em dizer que a SABESP não tem relação com a Bandeira Vermelha na praia e que os efluentes lançados no rio são devidamente tratados, de acordo com os parâmetros exigidos”, explicou Pedro Ponce, gerente de Divisão.
Segundo Ponce, membros de uma ONG local também já estiveram visitando a ETE nos últimos dias. “Eles conferiram nossas análises e puderam ter a certeza do compromisso da SABESP com a qualidade da água e do tratamento do esgoto. As pessoas muitas vezes confundem a turbidez da água, com contaminação. Estamos de portas abertas caso outras instituições e associações queiram conhecer nosso trabalho”, destacou.

A ETE Massaguaçu atende os bairros Jetuba, Capricórnio, Massaguaçu, Cocanha e Tabatinga e possui a certificação da ISO 14001/2015 (International Organization for Standardization), que atualmente é uma das mais importantes normas de gestão ambiental vigentes, e 9001/2015, que dá diretrizes e requisitos para a implementação de um sistema de gestão da qualidade.

Para o secretário municipal Marcel Giorgeti, a visita foi o primeiro passo para a sequência de ações que visam investigar as possíveis causas de contaminação das águas do rio e praia. “Viemos verificar os procedimentos, conferimos as análises e não encontramos nenhum problema nos efluentes lançados pela SABESP na região. O próximo passo é nos reunirmos com moradores dos condomínios e loteamentos das proximidades. Queremos encontrar a causa desse problema e verificar as próximas ações no âmbito do poder municipal”, ressaltou Giorgeti.

PMC

#PraCegoVer Sete pessoas da equipe da Sabesp e equipe da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca caminham sobre o elevado de corrimão amarelo, de onde podem observar a estação de tratamento de esgoto. Todos estão utilizando capacetes azuis e o técnico que coordena a visita utiliza um capacete amarelo, como padrão de segurança. (Foto: Claudio Gomes/PMC)
Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons