Precisamos falar sobre privacidade nas redes de relacionamento

Como se preservar de exposições indesejadas?

Ao mesmo tempo em que as redes e os aplicativos de relacionamento facilitam a aproximação entre as pessoas, eles acabam por possibilitar uma exposição indesejada. Vazamentos de conversas, fotos íntimas, discussões tornadas públicas, quem não tem receio de, de repente, ao final de um relacionamento, de uma briga ou traição, ver a sua privacidade desprotegida, causando profundos constrangimentos? Além dos riscos aos quais estamos sujeitos entre as pessoas do nosso próprio círculo de amizades, ainda estamos sujeitos à ação de “invasores”. Mas, alguns cuidados podem ser tomados para preservar a privacidade e segurança no ambiente virtual.

Segundo especialistas, algumas regras básicas devem ser seguidas para impor barreiras que assegurem a preservação da sua segurança. Precisamos estar sempre atentos, não só quando alguns escândalos envolvendo celebridades ou autoridades vêm a público. A primeira ação é checar as suas configurações de privacidade nas mídias sociais. Tudo que você compartilha está visível para qualquer pessoa? Defina quem pode ou não ver aquilo que você publica. Não utilize serviços de armazenamento público para guardar as suas informações pessoais. Cuidado com senhas e imagens, a não ser que estejam em um arquivo criptografado. Evite o rastreamento do seu histórico de navegação. Os sites que você visita costumam traçar o seu perfil com base nessas informações, bloqueie os cookies. Não exponha o seu número de telefone e o seu e-mail, mantenha-os sob sigilo. Para os aplicativos de mensagens, só escolha aqueles que ofereçam criptografia de ponta a ponta. Utilize senhas longas, seguras e diferentes para cada serviço. Proteja o seu telefone e computador com senhas de acesso ou autenticações biométricas. Reavalie as permissões fornecidas aos aplicativos e evite instalar extensões de navegadores. Configure corretamente as notificações na tela de bloqueio, evitando que as informações apareçam quando o telefone estiver bloqueado. Cuidado com as redes públicas de wi-fi, prefira uma VPN para criptografar os seus dados e protegê-los. Os sites de tecnologia oferecem tutoriais e um passo a passo para todas as medidas de segurança. Vale conferir!

As recomendações não param por aí. Outros cuidados também merecem atenção caso você decida integrar uma plataforma de relacionamentos. Avalie as ferramentas de tecnologia que oferecem para manter a privacidade dos usuários. Com mais de dois milhões de usuários, o site MeuPatrocínio garante discrição de acordo com o desejo dos seus membros. Para o cadastro não há necessidade de linkar o perfil com o Facebook, Instragam ou Spotfy. Ninguém, a não ser que o usuário permita, precisa ver as suas postagens de viagem, as marcações ou comentários indesejados.  Todas as fotos são checadas individualmente e os perfis são verificados antes da aprovação. Como medida de segurança, a equipe da plataforma valida e concede o status de “perfil verificado”, uma forma de garantir que não é “fake”. Além disso, os usuários podem conceder ou revogar o acesso às fotos privadas, ou seja, escolhem para quem vão “mostrar a cara”.

Toda e qualquer exposição tem os seus riscos, mas existem alternativas para minimizá-los se você souber como garantir a privacidade das suas informações. Não é bom arriscar, preserve-se!


MeuPatrocínio.com

Primeiro e maior site de relacionamento Sugar do Brasil, o MeuPatrocínio é a rede social mais exclusiva e elitizada do país. O estilo de vida Sugar reúne homens poderosos a mulheres jovens e atraentes para relacionamentos verdadeiros, transparentes, com acordos pré-estabelecidos e expectativas alinhadas. Hoje, em sua base de dados, a plataforma conta com mais de 2 milhões de usuários. Todos submetem seus perfis e fotos à aprovação individual. Somente são aceitos maiores de 18 anos que devem aderir às condições e termos de segurança do site.

www.meupatrocinio.com