Nota: Manifestação da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação do Estado de São Paulo a respeito da “Operação Carne Fraca”

 

unnamed (3)

A Diretoria da Federação está preocupadíssima com a divulgação da “Operação Carne Fraca” amplamente divulgada na mídia, ainda em fase de apuração por parte das autoridades .

Como coordenadores do grupo profissional sindical no Estado de São Paulo aguardamos uma investigação rápida e eficaz.  Empresas envolvidas publicaram nos principais periódicos manifestações alegando precipitação na divulgação, que pode comprometer toda cadeia produtiva em âmbito nacional.

As indústrias citadas, ao longo dos anos, sempre firmaram acordos coletivos de trabalho com nossos sindicatos filiados e os cumpriram à risca.  Igualmente em relação às convenções coletivas firmadas com os sindicatos patronais. Pendências coletivas, em sua grande parte, foram solucionadas mediante negociação direta.

Os trabalhadores do setor de frigoríficos fazem o seu melhor para garantir que produtos de qualidade cheguem à mesa das famílias brasileiras e de milhões de outras por todo o mundo. Não podemos nos esquecer que também somos consumidores.

Como já se disse, as indústrias mencionadas, bem como as demais, sempre foram cumpridoras de suas obrigações. A forma de exposição dos fatos leva toda uma importante cadeia produtiva (que vai além do trabalhador do frigorífico) à um desgaste desnecessário e, por isso, não pode haver pirotecnia quando a situação tem que ser apurada individualmente, dando à ela o devido tratamento.

A Federação e seus Sindicatos filiados aguardam com  urgência a apuração  investigatória, pois a lista de desempregados pode crescer, penalizando a quem, com muito suor e dedicação, cumpre suas obrigações. Acreditamos na nossa gente e no setor que hoje é de extrema importância para o Brasil.

A Federação, ao final da investigação, pronunciar-se-á com objetivo de garantir o emprego dos trabalhadores.

São Paulo, 20 de Março de 2017

ANTONIO VITOR – PRESIDENTE DA FETIASP




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *