INFOSIGA-SP REGISTRA QUEDA DE 53% EM ÓBITOS NO TRÂNSITO ENTRE JANEIRO E FEVEREIRO NO VALE DO PARAÍBA

 

14322321_2085394555019788_5256048458034188989_n

Em todo o Estado, houve queda de 3,7% no número de mortes e de 4,3% no número de acidentes com vítimas, que passou de 28.662 ocorrências no acumulado entre janeiro e fevereiro de 2016 para 27.432 no mesmo período deste ano

 

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito – programa do Governo do Estado de São Paulo que tem como o objetivo reduzir pela metade o número de óbitos no trânsito até 2020 – registrou, por meio da ferramenta técnica INFOSIGA -SP (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), redução de 53% no número de mortes no trânsito nas cidades do Vale do Paraíba, levando-se em consideração os dois primeiros meses de 2017. Foram 16 mortes em fevereiro, contra 34 em janeiro.

Em São José dos Campos, a queda foi de 67%, caindo de 12 para 4 óbitos entre janeiro e fevereiro. Jacareí e Caraguatatuba reduziram 50% (de 2 para 1, cada) e em Taubaté, 100% (de 3 para nenhum caso).

Em todo o Estado, foi registrada redução de 4% no número de mortes no trânsito nos dois primeiros meses de 2017 (823 ocorrências) em comparação com o mesmo período do ano passado (855 ocorrências).

Entre os 415 acidentes fatais registrados em fevereiro de 2017, 79% acometeram os homens (327 casos) e 21% as mulheres (87 casos).

Os jovens de 18 a 24 anos foram os mais impactados, com 16% (66) do total dos casos fatais, tendo em segundo lugar a faixa etária de 25 a 29 anos (49 casos).

As colisões com um ou mais veículos foram responsáveis por 36% dos óbitos (150), seguidas por atropelamentos com 30% das fatalidades (123 casos).

Em relação ao perfil das vítimas fatais, 35% eram motociclistas (143 pessoas), 28% pedestres (118 pessoas), 21% estavam em automóveis (89 casos), 5% eram ciclistas (21 casos), 3% estavam em caminhões (12 casos) e 2% em ônibus (9 casos).

No que se refere ao número de acidentes com vítimas, houve uma redução acumulada de 4,3%, passando de 28.662 ocorrências nos dois primeiros meses de2016 para 27.432 no mesmo período deste ano.

Além da ferramenta INFOSIGA-SP, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito conta, desde dezembro, com o sistema inédito de georreferenciamento INFOMAPA-SP.

Desde então, é possível, não só quantificar os óbitos dos 645 municípios paulistas, por meio do INFOSIGA-SP, como também mapear os locais dos acidentes que levaram a essas mortes através do INFOMAPA-SP. Ambas ferramentas podem ser acessadas pelo site: www.infosiga.sp.gov.br e são atualizadas todo dia 19 de cada mês, ou dia útil subsequente.

Para mais informações sobre as metodologias do INFOSIGA-SP e INFOMAPA-SP, acesse a nota técnica no site http://www.infosiga.sp.gov.br.

Convênios com novos municípios

A meta do Governo do Estado de São Paulo é fechar 2017 com 52 novos municípios conveniados que, somados aos 15 já existentes, irão cobrir 71% do Estado em termos populacionais. O investimento, proveniente de multas do Detran.SP, será de R$ 100 milhões e terá como objetivo fornecer auxílio para estruturação da gestão da segurança viária em cada uma das cidades selecionadas e dar apoio financeiro para a realização de ações para reduzir mortes no trânsito.

Entre os 52 novos municípios listados para essa parceria, Barueri, Birigui, Botucatu, Carapicuíba, Cotia, Diadema, Embu das Artes, Guaratinguetá, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Itapetininga, Itapeva, Itapevi, Itaquaquecetuba, Itu, Jundiaí, Limeira, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Pindamonhangaba, Ribeirão Pires, Salto, São José dos Campos, São Paulo e Taubaté já assinaram protocolos de intenções, que resultarão, por meio do Detran.SP, em convênios com o Estado de São Paulo.

Sobre o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito

É um programa do Governo do Estado de São Paulo que tem como principal objetivo reduzir pela metade os óbitos no trânsito no Estado até 2020. Inspira-se na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) para o período de 2011 a 2020. O Comitê Gestor do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é coordenado pela Secretaria do Governo e composto por mais nove Secretarias de Estado: Casa Civil, Segurança Pública, Logística e Transporte, Saúde, Direitos da Pessoa com Deficiência, Educação, Transportes Metropolitanos, Planejamento e Gestão, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. Elas são responsáveis por construir um conjunto de políticas públicas para redução de vítimas de acidentes de trânsito no Estado.

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito acontece também com o envolvimento da sociedade civil, parceria estratégica do Centro de Liderança Pública (CLP) e com o apoio das empresas / entidade: Abraciclo, Ambev, Arteris, Banco Itaú, Fadel, Fenaseg, Grupo Ultra, Pro Simulador, Porto Seguro e Raízen.

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *