Peugeot confirma 208 elétrico no Brasil; e só duas opções de motor

A Peugeot confirmou que lançará no Brasil a opção elétrica do novo 208, na versão esportiva e-GT, com 136 cavalos e torque máximo de 26,5 kgfm. Primeira oferta de veículo elétrico da marca no País, o modelo deverá ser o topo de gama e virá importado da França – o que deve jogar o preço para algo acima dos R$ 180 mil – e o lançamento vai ocorrer, provavelmente em setembro, junto com o 208 1.6 Flex, que já começou a ser produzido na Argentina sobre a plataforma global CMP do Grupo PSA.

Peugeot

Segundo a Peugeot, em um primeiro momento o novo 208 será oferecido só com duas opções de motorização: elétrica ou o já conhecido 1.6 16V Flex de até 118 cavalos abastecido com etanol. O motor três-cilindros PureTech 1.2 Flex de 90 cv produzido na fábrica brasileira do grupo em Porto Real (RJ) não será ofertado no novo 208, o que indica alguma sobrevida do 208 atual a ser vendido em paralelo como opção de entrada da marca.

Com limitação de caixa para investir, ao menos por enquanto, na produção local de seus motores turbinados 1.2, a Peugeot decidiu usar o já nacionalizado 1.6 Flex, provavelmente porque importar o propulsor turbo a peso de euro nas alturas deixaria o novo 208 muito caro.

A opção de usar o também conhecido 1.6 THP não é mencionada, possivelmente porque o projeto do novo carro não permite essa adaptação, o que deixa no horizonte a possibilidade de que, no futuro, o hatch possa ganhar alguma versão turbinada 1.2 a ser produzida localmente.

Peugeot 208

Lançado no ano passado na Europa, o novo Peugeot 208 foi concebido dentro da estratégia do Grupo PSA de oferecer várias opções de motorização em seus novos modelos. No mercado europeu o carro é oferecido em uma versão elétrica, com autonomia de até 340 km rodando no modo mais econômico, e três a gasolina, todas equipadas com o motor tricilíndrico PureTech 1.2, sendo um aspirado de 75 cv com câmbio manual de cinco marchas ou o turbinado com duas calibrações, de 110 ou 130 cavalos, que podem ser equipados com transmissão manual de seis marchas ou automática de oito.

O Peugeot 208 e-GT: versão esportiva elétrica de 136 cv será o topo de gama do hatch

No exterior do novo Peugeot 208 a versão elétrica pode ser reconhecida pelo “e” fixado na carroceria

Por PEDRO KUTNEY, AB

Fonte:AUTOMOTIVE BUSINESS

Instagram