Pesquisador do CDMF renova projeto no supercomputador Santos Dumont

O pesquisador do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF) e professor do Departamento de Química da Universidade Federal de São Carlos (DQ – UFSCar), André Farias de Moura, acaba de ter aprovada a continuação do projeto intitulado “Modelagem de Materiais Funcionais” no supercomputador Santos Dumont (SDumont) do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), que conta com apoio da Finep e do MCTIC.

O projeto prevê uma alocação premium de utilização de 12 milhões de horas de processamento por um período de dois anos, que permitirá manter e expandir as colaborações já em andamento com grupos experimentais da Universidade de Michigan, dos Estados Unidos da Universidade de Jiangnan, na China.

O projeto original se encerrou em julho/2019 e usou mais de 22 milhões de horas de computação durante três anos, o que representaria um custo operacional de R$ 1,2 milhão segundo estimativa dos gestores do SDumont.

Esse aporte de recursos foi fundamental para a publicação de artigos em revistas como Science, Nature Chemistry e Chemical Communications no período, além de outros artigos ainda em fase de preparação e submissão.

CDMF

O CDMF, dirigido pelo professor da UFSCar Elson Longo da Silva, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e recebe também investimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a partir do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN).

Professor Andre-Foto:Divulgação