Pesquisa com 17 mil motoristas aponta aprovação do Programa de Concessões Rodoviárias de SP

Pesquisa realizada pela Fundação Seade com 17 mil motoristas, caminhoneiros e motoqueiros que utilizam a malha de 8,4 mil quilômetros de rodovias do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, mostra a aprovação dos usuários às estradas operadas e administradas pelas 21 concessionárias, cujos contratos são fiscalizados e gerenciados pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo). Na média geral, a pesquisa apurou que as rodovias estaduais sob concessão têm nota 8,1 nas avaliações colhidas junto aos usuários.

Para medir o grau de satisfação dos motoristas, a pesquisa levou em conta itens como: atendimento prestado (serviço 0800, equipamentos de emergência e canais de ouvidoria; atendimento médico; socorro mecânico, campanhas informativas e educativas; conservação e limpeza das pistas, canteiros e acostamentos; conservação do pavimento; elementos de segurança e de prevenção de acidentes; obras de ampliação e melhorias das vias, sinalização e serviços oferecidos pelas concessionárias que mais apreciam.

“As pesquisas de satisfação do usuário, como esta que realizamos para a Artesp, é um canal aberto com o cidadão. Os dados resultantes são importantes indicadores para melhorar a gestão pública dos serviços prestados pelas concessionárias”, afirma a economista Paula Montagner, responsável pela análise dos dados colhidos em campo pelos entrevistadores. A Fundação Seade tem mais de 40 anos de experiência no mercado e é considerada referência no setor de pesquisas aplicadas à gestão pública.

“A pesquisa é importante porque qualifica o trabalho diário que a Artesp e as concessionárias desenvolvem, mas, principalmente, porque aponta aonde é possível atuarmos para melhorar ainda mais as nossas rodovias”, avalia o diretor geral da Artesp, Giovanni Pengue Filho. A aprovação do usuário reforça os resultados que as rodovias concedidas do Estado de São Paulo têm obtido ano a ano na pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), que em sua última edição, em outubro do ano passado, apontou que 18 das 20 melhores rodovias do Brasil são paulistas _ e todas elas integram o Programa de Concessões Rodoviárias, implantando em 1998.

Universo da pesquisa. O estudo realizado pela Seade é o maior realizado nos últimos anos abordando o tema. Dos 17 mil entrevistados, 9 mil eram motoristas de veículos leves, 5,4 mil de veículo pesado e 2,6 mil motoqueiros. A pesquisa foi aplicada em 58 postos de atendimento e bases de apoio instalados em pontos estratégicos da malha sob concessão, escolhidos com base no maior volume de tráfego.

Entre os melhores quesitos avaliados pelos usuários estão a limpeza das pistas e canteiros e a sinalização das rodovias, itens que receberam, na média geral, nota 8,5 dos usuários. No quesito conservação do asfalto, uma das principais exigências previstas nos contratos de concessão, a nota das estradas que compõem o Programa de Concessões foi 8,1. Em relação à segurança e prevenção de acidentes, a média foi nota 8, enquanto os serviços de atendimento aos usuários (0800, call boxes, ouvidoria) receberam nota 8,2. Na categoria de serviços prestados gratuitamente pelas concessionárias aos usuários, o socorro mecânico e de guincho recebeu nota 8,3 e o socorro médico, nota 7,5.