Pandemia faz crescer procura por estilo de vida e hábitos saudáveis

Estudos demonstram que brasileiros aproveitaram a desaceleração no ritmo da rotina para investir tempo em práticas mais saudáveis de alimentação e atividades físicas

Motivados por um tempo livre maior ou pela necessidade de ter hábitos de saúde mais balanceados para evitar a necessidade de consultar um médico, os brasileiros passaram a se cuidar mais durante a pandemia de Covid-19.

Afinal, além de evitar aglomerações e manter práticas de higiene mais constantes, a pandemia demonstrou o risco das comorbidades para as pessoas que se infectaram com o novo coronavírus. 

Melhora na qualidade de vida

O isolamento social agravou os sintomas de problemas psicológicos, principalmente por conta do estresse e dos problemas financeiros encontrados pela maior parte dos brasileiros. No entanto, a saída mais buscada para a melhora desses sintomas foi a mudança de hábitos e a busca por uma vida mais saudável.

Para quem já mantinha uma rotina de exercícios, o principal foi adaptar as atividades para o ambiente doméstico. Com isso, as lojas de acessórios esportivos viram crescer a demanda por produtos que transformavam facilmente os espaços em uma academia particular ou que melhorassem os exercícios solitários.

Para evitar ganhar peso ou manter a massa magra, os suplementos alimentares também foram essenciais. O whey protein, por exemplo, ajudou os atletas a manter a quantidade adequada de proteínas para os treinos em casa, otimizando esse tempo de quarentena para quem deseja fortalecer os músculos por questões estéticas ou de saúde.

Alimentação mais saudável

Com mais pessoas em casa, foi possível prestar mais atenção aos hábitos alimentares. Além disso, a alta de preços também fez com que os brasileiros mudassem a dieta, incorporando alimentos que normalmente não faziam parte do seu prato durante a correria do dia a dia pré-pandemia.

Uma das possibilidades foi substituir carnes mais gordurosas por opções mais econômicas e leves, fazendo com que o prato dos brasileiros pesasse menos na sua conta do final do mês e também para a própria saúde.

Cozinhar em casa também foi algo importante para quem desejava mudar seus hábitos alimentares por comportamentos mais saudáveis. Escolher os ingredientes e saber exatamente o que está no prato ajuda a evitar alimentos muito processados ou com conservantes perigosos para a saúde.

A procura por alimentos orgânicos também foi importante para melhorar a qualidade da alimentação e para manter a produção de agricultores familiares, que produzem em menor quantidade, mas que são essenciais para abastecer os consumidores com opções frescas e sem agrotóxicos.

Foto:Divulgação

Instagram