Pandemia faz chefs de cozinha e seus estabelecimentos se reinventarem

Restaurantes precisaram se adaptar para oferecer diferencial durante a pandemia, e mudanças vieram para ficar

Comer fora é um dos grandes prazeres para muitas pessoas. Afinal, além de variar o cardápio, a possibilidade de viver uma experiência diferente da rotina é o que realmente tornava a situação tão especial.

No entanto, com a recomendação de distanciamento social para o enfrentamento da Covid-19, muitas pessoas tiveram de mudar seus hábitos, seja cozinhando em casa com maior frequência ou pedindo alimentos prontos para serem entregues.

Pensando nisso, os chefs e proprietários de grandes restaurantes não tiveram apenas de criar modos de fazer a comida chegar suculenta às mesas de seus clientes, como também criar uma experiência que pudesse ser levada até a casa de cada pessoa.

Delivery não é uma novidade

Dos cursos de gastronomia EAD aos próprios restaurantes, essa nova realidade, em que cada vez mais pessoas pedem comida por aplicativos, já mostrava a necessidade de manter a qualidade e o estilo portátil dos empreendimentos gastronômicos para as mesas dos clientes.

A pandemia fez com que até mesmo os restaurantes mais tradicionais precisassem se adequar a esse modelo – muitas vezes, fazendo parcerias com aplicativos para a entrega de seus produtos. Durante o período, essas plataformas de delivery dobraram os seus parceiros.

Mudanças necessárias

Uma das principais mudanças para os restaurantes foi a criação de um menu específico para a entrega. Afinal, alguns dos pratos funcionavam bem para serem consumidos no momento e diretamente no restaurante.

Um dos principais exemplos foram os restaurantes de rodízio de comida japonesa. Muitos passaram a oferecer combos parecidos com o de um rodízio, em grande quantidade e podendo personalizar o que os clientes gostariam de receber.

Os restaurantes também precisaram criar embalagens que funcionassem para o seu tipo de alimento. Às vezes, o necessário era incluir talheres específicos ou outros ingredientes para acompanhar os pratos.

Já para os estabelecimentos que eram especializados em servir muitas pessoas, como no caso das festas, a adaptação gerou o bem-sucedido “kit festa”, em que os clientes recebem em suas casas alguns dos pratos típicos – muitas vezes, acompanhados de bebidas que harmonizam bem com os alimentos.

Alimentos são mais do que uma necessidade, podendo gerar experiências inesquecíveis aos clientes. A prova de que isso se mantém para os clientes é o sucesso alcançado pelos restaurantes que se abriram para essas novidades.

Foto: Divulgação

Instagram