Os games que revolucionaram o mundo do entretenimento

Conheça os jogos e consoles que fizeram diferenças revolucionárias no universo dos games

O universo dos jogos eletrônicos tem uma dimensão absurda. Além de gerarem uma série de produtos, os games se fundiram ao universo do Cinema, TV,  Literatura e, hoje, compõem um mercado que só tem a crescer ao redor do mundo.

Como todo produto cultural, os jogos têm histórias interessantes e, realmente, revolucionárias no mundo da tecnologia. São games e acessórios que, mesmo com o passar dos anos, ainda são muito citados e respeitados. Seja pelo enredo, gráfico ou jogabilidade, eles mudaram o mundo da indústria de entretenimento para sempre.

Game Boy

O game boy foi o primeiro console portátil da história, disponibilizado em 1989 pela Nintendo. Seu lançamento aconteceu no Japão e, em duas semanas, todo o seu estoque foi vendido. O sucesso foi tanto que seus sucessores, como o Nintendo 3DS, ainda conquistam muitos gamers ao redor do mundo.

Wolfenstein

Jogos como Halo e Call of Duty devem muito ao Wolfenstein. Lançado em 1992 para PC, ele foi o primeiro jogo de tiro em primeira pessoa. Embora, hoje, seus gráficos sejam considerados bastante ultrapassados, o game também utilizou artimanhas revolucionárias para dar um efeito 3D.

Pong

Pong foi desenvolvido pela Atari, em 1972, e sua proposta era simples: uma espécie de pingue-pongue digital. Apesar disso, foi revolucionário para a época, saindo dos arcades, um ano depois, para a casa das pessoas, em uma versão chamada Home Pong. Depois do sucesso de Pong, a Atari lançou outros jogos memoráveis, como o Space Invaders.

Pac-Man

Pac-Man nasceu quase uma década depois de Pong, criado pela empresa japonesa Namco, e também foi desenvolvido, inicialmente, na versão arcade pela Atari em parceria com a Namco e Interactive Brans. Além do carisma do personagem principal, Pac-Man fez sucesso porque conquistou o público feminino. Hoje, é um símbolo da cultura pop.

Super Mario Bros

Super Mario revolucionou o mundo dos jogos digitais, pois conquistou o público com sua proposta extremamente funcional: manter o usuário jogando e explorando, constantemente, as telas dos seus oito mundos. Ele foi lançado pela Nintendo em 1985 e a qualidade de movimentos do protagonista Mario serviu de inspiração para diversos outros jogos de aventura.

Doom

Em 1993, um ano depois do lançamento de Wolfenstein, a id Software criou o Doom: um jogo que revolucionou os games na década de 90 e elevou o padrão dos jogos de tiro em primeira pessoa. Diferente dos games lançados para computador até então, Doom tinha um ritmo frenético, aterrorizante e emocionante, por isso fez tanto sucesso. 

GTA

A franquia Grand Theft Auto (GTA), nasceu em uma versão para PC em 1997 e  abalou o universo dos games. Seu sucesso aconteceu, realmente, em 2008, com Grand Theft Auto III, versão já para consoles como Xbox e Playstation. Isso porque, além do gráfico 3D que serviria de base para todos os jogos depois dele, a proposta de GTA era violenta e bastante controversa.

Nintendo Wii

Como nenhum outro game e console faziam até então, o Nintendo Wii proporcionou diversão garantida para grupos de pessoas diversas. A proposta dos controles sensíveis a movimento vendeu, e vende, muito bem, agradando famílias, animando festas e combatendo o sedentarismo. Além de praticar danças, os usuários podem jogar tênis, baseball e até esquiar!

Pokémon GO

Pokémon Go é uma verdadeira evolução dos jogos de realidade aumentada. Lançado em 2016, em uma parceria da Niantic com a Pokémon Company, o jogo de smartphone levou os queridos Pokémons para mais perto dos fãs, na verdade, para dentro de suas próprias casas! Além disso, seu sucesso se deve ao fato de ser gratuito, poder ser jogado em mobiles e, claro, devido ao carisma da franquia do anime.

Guitar Hero

Apesar de competir com outros jogos de dança como a Just Dance, o Guitar Hero, lançado em 2005, deu uma grande força para os jogos musicais em consoles. Embora possa ser jogado por controles, o diferencial do game eram seus acessórios em formato de instrumentos reais. Depois, nasceu o Hero Band, no qual cada um dos jogadores podiam tocar instrumentos diferentes, como uma banda real.

Dance Dance Revolution

Uma febre no começo dos anos 2000, o game nasceu primeiro na versão arcade, na qual o jogador tinha que pisar nas setas certas de uma plataforma no tempo e ritmo indicado pelo jogo. Depois, o game de dança passou a ir para as casas das pessoas, quando a plataforma se transformou em um tapete dobrável sensível ao toque. Hoje, outros jogos seguem sua linha, como o famoso Just Dance.

Instagram