O papel do técnico e auxiliar de enfermagem em lesões por pressão

As úlceras por pressão, se não forem tratadas, aumentam o risco de mortalidade dos pacientes. Essas feridas são formadas em casos de falta de oxigenação na superfície da pele. Continue lendo e saiba qual o papel dos técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem em casos como estes.

Papel da equipe de enfermagem

Conforme definições do Conselho Regional de Enfermagem, o Coren, a literatura e a legislação entende que as lesões por pressão de grau 4 são consideradas complexas, por isso, devem ser tratadas pelos Enfermeiros. 

Já as lesões de grau 3  podem ser tratadas por técnicos de enfermagem desde que prescrito e capacitado para tal. Em lesões de grau 1 e 2, os profissionais que concluíram o  curso de técnico de enfermagem estão habilitados para realizar curativos. 

O Enfermeiro que é coordenador da equipe de enfermagem tem a responsabilidade  pela avaliação do paciente e identificação de alterações na pele, classificando os níveis das lesões.



Características dos estágios das lesões por pressão

Em lesões por pressão do estágio 1 a pele fica íntegra com eritema. As mudanças na cor não incluem descoloração púrpura ou castanha.

No estágio 2 há perda de pele em sua espessura parcial com exposição da derme. A coloração é rosa ou vermelha, úmida.

Na lesão por pressão estágio 3 existe  perda de pele em espessura total e tecido adiposo visível. Pode ocorrer  descolamento e túneis.

O estágio 4 há perda de pele em espessura total, tissular com exposição ou palpação direta do músculo, tendão, ligamento e cartilagem. Descolamento de túneis ocorrem com frequência.

Prevenção

A higienização e hidratação da pele é o primeiro caminho para prevenir as lesões por pressão.

Mantenha a pele limpa e seca. Utilize água morna e sabão com pH equilibrado. Áreas ressecadas devem ser hidratadas sem massagear áreas de proeminências ósseas ou hiperemiadas.

No manejo da umidade, desenvolva e implemente um plano individualizado de tratamento da incontinência. Além disso, é necessário proteger a pele da exposição à umidade excessiva por meio de produtos barreira. Quando não há indicação, desencorajar o uso de fraldas.

Os indivíduos que apresentam risco de desenvolver ou já tenham desenvolvidos lesão por pressão devem ser reposicionados no leito com frequência.

Se você tem interesse em atuar na área da saúde, o primeiro passo é escolher uma escola de enfermagem reconhecida.  Algumas especializações também podem te ajudar no tratamento de curativos e feridas.

Além desses cuidados, é necessário avaliar o estado nutricional dos indivíduos que tenham risco  de desenvolver lesão por pressão.  O nutricionista pode incluir suplementos nutricionais na dieta.

Imagem de juiana juli por Pixabay