NVIDIA, Microsoft, Epic Games, Unity e desenvolvedores líderes dão boas vindas à próxima geração dos games na GDC 2019

 A NVIDIA anuncia algumas novidades que reforçam as GPUs NVIDIA® GeForce® como a principal plataforma de games e permite aos desenvolvedores adicionarem efeitos de Ray Tracing em tempo real.

 

Os anúncios, que se baseiam principalmente no Microsoft DirectX™ Ray Tracing (DXR) rodando no ecossistema PC gaming, incluem:

  • Integração de Ray Tracing em tempo real nos motores gráficos Unreal Engine e Unity, os mais populares engines para games comerciais
  • A NVIDIA está adicionando o suporte a ray tracing através do DXR para as GPUs GeForce GTX 1060 6GB e superiores, dando aos desenvolvedores a uma massiva base instalada de dezenas de milhões de gamers.
  • O lançamento do NVIDIA GameWorks RTX™, um pacote de ferramentas e técnicas de renderização que ajudam os desenvolvedores de games a adicionar ray tracing aos games
  • Novos games e experiências que mostram o ray tracing em tempo real como Dragonhound, Quake II entre outros

“Quando os shaders programáveis ​​foram introduzidos há mais de 15 anos, eles mudaram os games para sempre. Hoje, o ray tracing em tempo real está prestes a fazer a mesma coisa – representando a próxima mudança no desenvolvimento de jogos”, disse Matt Wuebbling, líder de marketing da GeForce na NVIDIA. “A amplitude da adoção do setor é notável: APIs padronizadas, integração nos principais motores gráficos, vários títulos AAA e suporte habilitado em milhões de produtos de hardware. Tudo aponta para um empolgante futuro para os jogadores”

 

Os mais populares motores gráficos integram suporte ao Ray Tracing

Os engines para games são plataformas de desenvolvimento de software que incluem todas as funcionalidades essenciais que os desenvolvedores precisam para criar seus games, desde a criação de scripts até a inteligência artificial e renderização.

 

Integrar novos recursos como ray tracing em tempo real aos engines de games pode acelerar o processo de desenvolvimento. Isso também torna os recursos disponíveis para todos os usuários do motor gráfico, o que inclui engenheiros e programadores, além de criadores de conteúdo e artistas.

 

Dois dos mais populares game engines comerciais do mundo, Unreal Engine e Unity, anunciaram a integração iminente dos recursos de ray tracing, que os desenvolvedores de jogos usarão para adicionar efeitos de traçados de raios que podem ser executados em tempo real nas GPUs NVIDIA GeForce.

 

O Unreal Engine 4.22 já está disponível para testes, com detalhes sobre a versão final a serem apresentados na apresentação da Epic durante essa GDC na próxima quarta-feira (20). A partir de 4 de abril o Unity Engine oferecerá suporte otimizado ao ray tracing em uma versão experimental personalizada que será disponibilizada a todos os usuários do GitHub que tenham o acesso completo ao Unity 2019.3.

 

O suporte ao ray tracing em tempo real para outros motores gráficos AAA incluem o Frostbite Engine da DICE/EA, o Northlight Engine da Remedy Entertainment; os engines de Crystal Dynamics, Kingsoft, Netease e outros.

 

“Em um futuro próximo, acredito que todos os títulos de AAA incorporarão o ray tracing em tempo real”, disse Jon Peddie, presidente da Jon Peddie Research. “A integração do traçado de raios em tempo real pelos dois motores gráficos mais populares da indústria define a crença da indústria de que o ray tracing em tempo real é o futuro dos gráficos dos videogames. Historicamente, a integração do game engine representa um ponto de inflexão para a tecnologia e é seguida pela adoção em todo o setor”.

 

Base instalada de GPUs compatíveis com ray tracing cresce a dezenas de milhões

As GPUs NVIDIA GeForce GTX baseadas em arquiteturas Pascal(1) e Turing agora também poderão aproveitar os jogos suportados por ray tracing através de um novo driver programado para chegar em abril. O novo driver permitirá que dezenas de milhões de GPUs para jogos suportem o ray tracing em tempo real, acelerando o crescimento da tecnologia e dando aos desenvolvedores de jogos uma enorme base instalada.

 

Com este driver, as placas de vídeo GeForce GTX executarão efeitos de ray tracing em seus núcleos de shader. O desempenho do jogo pode variar de acordo com os efeitos traçados pelos raios e o número de raios lançados no cenário, assim como o modelo da GPU e a resolução do jogo. Todos os jogos que suportam as APIs Microsoft DXR e Vulkan serão suportados.

 

No entanto, as placas de vídeo GeForce RTX, que possuem núcleos dedicados para ray tracing construídos diretamente na GPU, oferecem a melhor experiência no rastreamento de raios. Eles fornecem um desempenho no rastreamento de raios de 2 a 3x mais rápido com um ambiente de jogo visualmente mais imersivo do que GPUs sem núcleos dedicados para o rastreamento de raios (RT Cores).

 

GameWorks RTX: impulsionando o desenvolvimento de games com Ray Tracing

O NVIDIA GameWorks RTX é um conjunto abrangente de ferramentas que ajudam os desenvolvedores a implementar efeitos de ray tracing em tempo real nos games. O GameWorks RTX está disponível para a comunidade de desenvolvedores em formato open source sob a licença GameWorks ™ e inclui plugins para o Unreal Engine 4.22 e a versão de testes 2019.03 do Unity.

 

Incluídos no GameWorks RTX:

  • RTX Denoiser SDK – uma biblioteca de desenvolvimento que permite um ray tracing rápido e em tempo real, fornecendo técnicas de denoising para reduzir a contagem dos raios e samples necessárias por pixel. Inclui também algoritmos para efeitos de luz e sombra para área com ray tracing, reflexos brilhantes, oclusão de ambiente e iluminação global difusa.
  • Nsight for RT – uma ferramenta completa para desenvolvedores, que ajudar a economizar tempo na depuração (debug) e perfilhamento (profiling) de aplicativos gráficos criados com o DXR e outras APIs suportadas.

Mais detalhes sobre o GameWorks RTX estão disponíveis em https://developer.nvidia.com/rtx.

 

Novos games e experiências com ray tracing

A GDC marca a estreia de uma variedade de experiências e games com ray tracing, que incluem:

●    Control — assista a um novo vídeo de demonstração da Remedy Entertainment que apresenta a iluminação global com ray tracing, reflexos e sombras.

 

●    Dragonhound — Disponível no estande da NVIDIA na GDC, o vindouro RPG online da Nexon com batalhas de monstros que inclui reflexos e sombras em ray tracing.

●    Quake II RTX — usa ray tracing em toda a iluminação do game através de um algoritmo de iluminação unificada chamado path tracing. O clássico Quake II foi modificado pela comunidade Open Source (código aberto) para suportar ray tracing e os engenheiros da NVIDIA aperfeiçoaram posteriormente com melhorias nos gráficos e na física. Quake II RTX é o primeiro game a utilizar o VKR (Vulkan Ray Tracing), uma extensão da API Vulkan que permite a qualquer desenvolvedor que utiliza a API, adicionar efeitos de ray tracing aos seus games.

 

(1) Requer GeForce GTX 1060 6GB ou superior.

 

Sobre a NVIDIA

A invenção da GPU pela  NVIDIA (NASDAQ: NVDA) em 1999 provocou o crescimento do mercado de jogos para PCs, redefiniu a computação gráfica moderna e revolucionou a computação paralela. Mais recentemente, a aprendizagem profunda via GPU abriu caminho para a AI moderna – a próxima era da computação – com a GPU atuando como o cérebro dos computadores, robôs e carros autônomos que percebem e entendem o mundo. Mais informações emhttp://www.nvidia.com.br/page/home.html.

 

Acesse também:

Site oficial da NVIDIA no Brasil: www.geforce.com.br

Facebook: @NVIDIAGeForceBR

Twitter: @NVIDIAGeForceBR

Instagram: @NVIDIAGeForceBR

Youtube: @nvidiabrasil