Novo galpão aumenta capacidade de transporte de cargas especiais em São Paulo

Com 3,6 mil m² de área coberta e capacidade para aproximadamente 20 mil toneladas de armazenagem estática, o galpão coberto construído no terminal Tinaga, em Mogi das Cruzes (SP), é uma nova opção para o transporte de produtos, principalmente siderúrgicos. O galpão possibilita o transporte de cargas que não podem ter contato com chuvas ou intempéries, como alguns tipos de laminados a quente, aços longos e laminados a frio.

“A demanda por transporte de produtos que exigem cuidados especiais no manuseio e na armazenagem tem sido cada vez maior. O entendimento de que uma nova área coberta seria essencial para captar parte dessa nova demanda, que têm origem ou destino no estado de São Paulo, motivou as negociações e o investimento para instalação do galpão vinílico em parceria com o Tinaga. Com isso, podemos oferecer uma solução que atenda às necessidades dos nossos clientes”, explica o coordenador de Serviços Logísticos, Leonardo Sena.

A iniciativa é um bom exemplo de solução voltada para os desafios no segmento de Carga Geral. “Com o crescimento do transporte de Carga Geral precisamos pensar em novas possibilidades para alavancar o volume de siderúrgico. A busca constante por aumento de volume transportado exige que o atendimento seja cada vez mais especializado e focado nas necessidades dos diversos tipos de cliente”, avalia a analista comercial Taylla Ferraz.

Nos primeiros 15 dias de operação, cerca de duas mil toneladas de carga foram movimentadas no local. Segundo a analista comercial Flávia Junqueira, há, agora, expectativa de que a movimentação de cargas aumente significativamente no terminal nos próximos meses.

“Temos o desafio constante de aumentar o volume e tornar o atendimento ainda mais especializado. Esse novo galpão é importante, não só para garantir os cuidados especiais necessários com a carga dos clientes do segmento de siderurgia, mas também para viabilizar o transporte de outros tipos cargas que demandam uma área coberta”.

Desde o inicio da concessão, a MRS opera no Tinaga movimentando vários tipos de cargas. Somente de produtos siderúrgicos, mais de 4 milhões de toneladas foram transportadas pela empresa.

MRS