“No palco, com Lélia Abramo” estréia em São José, dia 5

Apresentação gratuita será no CAC Walmor Chagas, às 20h

O espetáculo solo “No palco, com Lélia Abramo” estréia em São José dos Campos na próxima quinta-feira (dia 5), às 20h, no CAC Walmor Chagas (Rua Netuno, 41, Jardim da Granja). Uma oportunidade imperdível para conhecer um pouco da vida e  carreira da consagrada atriz Lélia Abramo (1911-2004).

Cia Teatro da Cidade

O espetáculo é uma produção da Cia Teatro da Cidade, encenado pela atriz Andréia Barros e com direção de Antonio Januzelli (Janô), e integra o projeto “Lélia Abramo, Uma Atriz”, aprovado este ano pela FCCR (Fundação Cultural Cassiano Ricardo), por meio do Fundo Municipal de Cultura, 1349/FMC/2019, da Prefeitura de São José dos Campos.

Ao final da apresentação o público será convidado para um debate com a atriz sobre

o processo de trabalho, que durou cerca de quatro anos, desde a concepção da ideia até o desenvolvimento final do espetáculo.

O espetáculo já teve quatro pré-estréias, que aconteceram de 25 a 28 de novembro, uma em cada Casa do Idoso da cidade.

A última apresentação pelo projeto será no dia 25 de janeiro (sábado), às 21h, no Teatro da Rua Eliza.

Sinopse

O espetáculo solo vai percorrer a vida e a carreira de Lélia Abramo (1911-2004) que, mesmo iniciando sua carreira profissional aos 47 anos, conseguiu se firmar como uma das melhores atrizes de sua geração.

Além de sua trajetória marcante no teatro e na televisão, Lélia também ficou conhecida por sua forte participação na política e na cultura. Por conta disso, o espetáculo vai abordar o período da Segunda Guerra Mundial, quando Lélia viveu em Roma, sua militância política na época da Ditadura de Vargas e alguns de seus personagens famosos, como Romana, de “Eles Não Usam Black-Tie”, de Gianfrancesco Guarnieri.

Andreia Barros
Andreia Barros

A peça se desenvolve tendo como ponto de partida um encontro ocorrido entre Lélia Abramo e a atriz Andréia Barros, em 1990. Na época, Andréia era coordenadora da Comissão Municipal de Teatro, órgão ligado à FCCR, e foi à casa de Lélia, que seria uma das juradas do Festivale, Festival de Teatro tradicional em São José dos Campos, para buscar alguns documentos.

O que era para ser breve acabou se prolongando mais que o previsto e se desenrolando em um longo bate-papo, que viria, quase três décadas mais tarde, dar origem a este espetáculo.

“Estou muito feliz em ter a oportunidade de apresentar e reverenciar Lélia Abramo no palco, como forma de manter viva a memória dessa personalidade ímpar e surpreendente. Esperamos que o público goste e também se surpreenda”, disse Andreia Barros.

Livreto

Um dia antes da estreia do espetáculo, no dia 4 de dezembro (quarta-feira), às 19h30, no Museu Municipal de São José dos Campos, acontece o lançamento do livreto “No camarim, com Lélia Abramo”, que vai reunir o registro das etapas do trabalho desenvolvido, desde 2015, até chegar à forma final do espetáculo.

O objetivo de apresentar esse registro na forma de uma publicação impressa é possibilitar uma reflexão para rever e compartilhar os conhecimentos construídos durante o processo.

O material, de 56 páginas, trará materiais de estudo e pesquisa utilizados no processo criativo do espetáculo, entrevistas, relatos de experiências práticas e histórias relevantes da carreira e vida de Lélia Abramo que não foram aproveitadas na dramaturgia da cena.

Com tiragem de 500 exemplares, o libreto será distribuído ao público presente nas apresentações. Alguns exemplares serão destinados à distribuição para espaços independentes mantidos por grupos e companhias de teatro a cidade, Fundação Cultural Cassiano Ricardo e acervo da Cia Teatro da Cidade.