Mundial Júnior de Snipe 2019 é decidido na última regata com vitória brasileira

O Mundial Júnior de Snipe 2019 foi decidido na última das nove regatas em Ilhabela (SP). Os cariocas Gustavo Abdulklesh e Leonardo Motta ficaram com a medalha de ouro superando em pontos os portugueses Mafalda Pires de Lima e Tomas Pires de Lima, que terminaram com a prata. A terceira colocação do evento foi para os baianos Rafael Rizzato e Gerald Wicks, vencedores da última prova do calendário neste sábado (5).

Gustavo Abdulklesh e Leonardo Motta entraram com vantagem nas três regatas realizadas em Ilhabela para fechar o campeonato.

A dupla ampliou a liderança vencendo a primeira prova, mas um 13º colocou os irmãos portugueses Mafalda Pires de Lima e Tomas Pires de Lima no páreo. Tudo foi pra última regata com a entrada do segundo descarte! Os portugueses tiraram um terceiro, mas o quinto dos cariocas foi suficiente para assegurar aos garotos do Iate Clube do Rio de Janeiro a posse do Troféu Vieri Lasinio Di Castelvero. 

”Trabalhamos muito no Rio de Janeiro (RJ) para esse resultado”, disse Gustavo Abdulklesh.”Merecemos essa conquista com cinco vitórias em nove regatas. Ganhamos de adversários muito difíceis e trouxemos a vitória para o Brasil”. 

O proeiro Leonardo Motta lembrou que a dupla sofreu uma punição no início da última regata, o que quase atrapalhou os planos para o título. ”É o topo do mundo. Acreditamos até o final, mesmo com a punição. A pressão estava com os outros e a gente sabia que estava no jogo”.

Os atletas do Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ) são treinados por Átila Pellin na também conhecida Flotilha Zé Carioca. ”No final realmente a regata foi mais confusa, mas deu certo. O Gustavo e o Leo velejaram muito, mesmo tendo alguns problemas no fim. Mas eles mereceram o resultado em Ilhabela”, explicou Átila Pellin.

Gustavo Abdulklesh & Leonardo Motta

Vídeo da comemoração 

O resultado de Gustavo Abdulklesh e Leonardo Motta mantém a tradição brasileira na versão juvenil do Mundial de Snipe. Foi a nona conquista nacional na competição.

Os primeiros campeões foram Torben Grael e Eduardo Mascarenhas, em Mission Bay, nos Estados Unidos, em 1978. A última edição também teve o Brasil no lugar mais alto do pódio com os gaúchos Tiago Brito e Antonio Rosa, em La Coruña 2017.

A competição para atletas com até 22 anos teve ao todo 15 duplas de cinco países e precedeu o Mundial Sênior, que começa na semana que vem, também na Escola de Vela Lars Grael. 

Mundial de Snipe 2019

A premiação dos vencedores será realizada neste sábado, a partir de 19h, no Píer da Vila em paralelo com a abertura do Mundial Sênior. Pontuação final do 2019 Snipe Junior World Championship

1 – Gustavo Abdulklesh | Leonardo Motta (BRA) – 12 pontos

2 – Mafalda Pires de Lima | Tomas Pires de Lima (POR) – 16 pontos

3 – Rafael Rizzato | Gabriel Wicks (BRA) – 19 pontos

4 – Matheus Oliveira | Rafael da Silva (BRA) – 19 pontos

5 – Nicolas Bernal / Gabriel Michaelis (BRA) – 34 pontos

Resultados completos aqui

Participam do Mundial Júnior de Snipe 15 barcos de Argentina, Brasil, Japão, Portugal e Uruguai. As equipes permanecem para o Sênior. O evento principal do Mundial de Snipe 2019 terá mais de 80 duplas de 12 países e sua cerimônia de abertura oficial será no sábado (5).

Atletas festejados (Flávio Perez | On Board Sports)