MEMORIAL DESCRITIVO DE OBRA: COMO FAZER?

Memorial Descritivo de obra é um documento requerido obrigatoriamente (Lei 4.591/64) que antecede o início das obras e a abertura dos empreendimentos de construção civil. O laudo costuma ser solicitado por órgãos municipais, a fim de regularizar a edificação.

Dada sua importância, vamos te ajudar a entender como fazer o memorial descritivo de obra. Você irá conhecer dicas imprescindíveis que vão sanar todas as suas dúvidas e evitarão prejuízos com idas e vindas pelos erros na papelada. 

Fique atento a todas as informações! Pois, como viu, o documento precisa ser apresentado com dados completos sobre projeto. Vamos lá?

O que é Memorial Descritivo?

Um Memorial Descritivo detalha o conjunto de materiais pretendidos para a construção e especifica todas as suas etapas. Ele será anexado aos demais documentos requisitados, como: plantas, maquetes arquitetônicas, e etc.

O documento técnico faz parte do projeto executivo, o profissional que preza pela segurança do cliente não deixa de fazê-lo. 

Projeto Executivo

O Projeto Executivo é basicamente a pasta que contêm os desenhos da planta feitos pelo arquiteto. Antes de seguir para prefeitura e corporação de bombeiros, ele é entregue aos demais departamentos empenhados na execução da obra.

Conheça alguns itens de um Projeto Executivo:

  • Cortes;
  • Plantas baixas;
  • Características de execução;
  • Elevações.

Por que o Memorial Descritivo é tão importante?

Além de ganhar notabilidade pela seriedade, confira mais questões que comprovam a necessidade de fazer o memorial descritivo.

  • Firmar a parceria entre a empresa responsável pela obra e o cliente. Assim o contrato deverá ser respeitado por ambas às partes;
  • Garantir a liberação de verba para os materiais e demais financiamentos inclusos
  • Estabelecer alto nível de qualidade para sua construtora;
  • Entregar todas as especificações padronizadas para os órgãos municipais.

O consumidor que deseja comprar um imóvel também possui o direito de solicitar o memorial descritivo. Para que não se sinta lesado como várias outras pessoas que deram entradas em imóveis que não foram entregues, pode ser que ele solicite o memorial para averiguação e credibilidade.

Apresentar o laudo garante o diferencial que seu empreendimento busca em meio à concorrência. Pense no melhor para o cliente e para seus negócios.

Como fazer o Memorial Descritivo de obra

1. Dados da obra

Os dados da obra fornecem informações nas primeiras páginas do memorial. São eles:

  • Proprietário do local – nome do cliente que possui a escritura do terreno;
  • Localização da construção civil – endereço da obra; 
  • Inscrição imobiliária – número do local em que a construção será feita, de acordo com o Cadastro Imobiliário do Município;
  • Zona de uso – regulamento de ocupação do município;
  • Testada do terreno – largura total do imóvel (incluindo muros laterais);
  • Área do terreno (000,00 m2);
  • Taxa de ocupação – porcentagem máxima do terreno de acordo com a projeção horizontal da edificação;
  • Detalhamento da área antes e depois da construção (m2);
  • Objeto do projeto imobiliário;

2. Responsáveis pela obra 

  • CAU e CREA com nomes dos profissionais que estão à frente da obra (responsáveis) – Projetos: Arquitetura, Estrutura, Hidrossanitário, Elétrico e Telefônico, Técnico de Execução;

3. Especificações sobre o projeto

  • Especificações da edificação – descritivo sobre o intuito da obra e como será realizada;

4. Documentos e informações que antecederam a iniciação da construção

  • Certidão Negativa de Débito com emissão feita pela prefeitura;
  • Itens de segurança – cumprimento da obra com instalações protegidas; 
  • Informações sobre a fundação e o solo – drenagem, estrutura e impermeabilização;

5. Material de construção civil 

  • Alvenaria, madeira, pisos, revestimento, telhado, vidros, forros, esquadrias, soleiras e peitoris, mobiliário;
  • Parte relacionada à elétrica e hidráulica do empreendimento;
  • Acabamento – pintura, metais, e etc.;

6. Finalização 

  • Exames finais da obra – limpeza, últimos detalhes e relatórios;
  • Alterações efetivadas durante a execução da obra;
  • Considerações finais;
  • Assinaturas dos responsáveis pela construção do empreendimento – profissionais que respondem pela obra.

Como falamos, o Memorial Descritivo da obra evidencia a idealização do projeto e garante conforto ao consumidor. Não perca a oportunidade de capacitar ainda mais os negócios de sua construtora! Padronize seus serviços e esteja sempre pronto para atender as exigências. Seu trabalho terá mais qualidade, visibilidade e clientes felizes.

Este texto foi produzido por Total Construção