Limpeza com economia de água na suinocultura

A limpeza e desinfecção das granjas são cruciais para a cadeia pecuária, como a suinocultura. A lavagem regular das áreas de criação, equipamentos e utensílios é indispensável para a qualidade dos alimentos que chegarão à mesa das pessoas. Isso representa, no entanto, elevado consumo de água, que pode ser reduzido com o uso de ferramentas corretas, como lavadoras de alta pressão.
Essas máquinas reduzem em 80% o consumo de água, se comparado a sistemas de lavagem convencionais, graças aos diferentes jatos, que, por pressão, facilitam a remoção da sujeira, mesmo incrustada.
Para atender as necessidades de limpeza das granjas, o mercado dispõe de lavadoras de alta pressão que permitem o uso de água fria ou quente, opção indicada para ajudar a retirar resíduos gordurosos, graxas e outras sujidades, com menor quantidade de água, graças à temperatura da água.
De acordo com Antonio Luis Francisco (PJ), diretor geral da JactoClean, ao retirar com mais facilidade os resíduos, a limpeza exige menos quantidade de detergente e enxágue, além de tornar-se mais rápida, fatores que também contribuem para o baixo consumo de água – e consequentemente, para o menor consumo de energia elétrica.
“O uso desses equipamentos deve ser incorporado à rotina de propriedades de diferentes portes. Além de diminuir custos e contribuir para a preservação ambiental, o menor consumo de água no processo de limpeza das granjas de suínos reduz o descarte de dejetos. Nas granjas que possuem biodigestores, quanto menor o volume de água e de produtos químicos lançados nas áreas coletoras de dejetos, maior será o processo de formação do biogás”, comenta o executivo.
JactoClean
Telefone: (14) 3405.3032 –  SAC: 0800-131513
Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons