Kumon participa do 21º Festival do Japão, evento que comemora os 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil

O Kumon, maior franquia educacional do país, é presença confirmada no 21º Festival do Japão, evento de cultura japonesa que este ano comemora os 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil. Quem visitar o stand da marca poderá sair com o nome escrito em Kanji (letras da língua japonesa adquiridos a partir de caracteres chineses). A feira vai de 20 a 22 de julho, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center e os visitantes ainda poderão conferir várias atrações como Cosplay, concurso de Miss Nikkey, praça cultural com a exposição de ikebana (arranjos florais), a cerimônia do chá (chadô) e os workshops, além de aproveitar a grande variedade de comidas típicas.

No stand da marca o visitante da feira ainda poderá conhecer um pouco mais sobre o método de estudo que está presente em 50 países e reúne mais de 4 milhões de estudantes no mundo. De acordo com Yumi Kajihara, gerente da filial Japonês do Kumon, de 2017 para este ano foi registrado um aumento de 10% na procura pelo idioma japonês. “Nosso público é composto por crianças, que são de família japonesa, geralmente descendentes, que já tem uma proximidade com a cultura japonesa, e por adolescentes, a partir dos 16 anos. Este público, que já tem uma certa proximidade com a cultura japonesa por meio dos mangás, desenhos e jogos de computador, gosta da cultura e quer aprender a língua, além de ter muita curiosidade sobre o modo de vida dos japoneses”, diz Yumi.

Sobre o curso

O material de japonês foi produzido especialmente para brasileiros e tem como objetivo desenvolver o domínio da escrita e a capacidade de leitura. O aluno pode aprender o idioma por meio de textos e situações do cotidiano japonês. O material é acompanhado por audiobook que possibilita o desenvolvimento da audição e da pronúncia correta. Com uma gradação suave dos conteúdos, o aluno torna-se capaz de ler e compreender textos literários originais, artigos científicos, entre outros.

O aluno pode efetuar a matrícula e começar os estudos em qualquer período do ano. Além disso, ele estuda no seu próprio ritmo, por isso, não existe um tempo pré-determinado para o término do curso, já que ele finaliza o curso no período que for necessário para o seu desenvolvimento.

No Kumon, as aulas não têm horário fechado para serem realizadas. O aluno escolhe o horário para frequentar a unidade duas vezes por semana e a aula dura, em média, 1h por dia. Em casa o aluno também escolhe o melhor horário para realizar as atividades. Geralmente o conteúdo que é estudado demora 30 minutos para ser realizado. Tudo depende da idade do aluno, da disponibilidade para frequentar as aulas e o tempo que ele tem em casa para fazer as lições.

O Kumon conta com 160 mil alunos nas mais de 1.400 unidades espalhadas pelo Brasil. Além disso, a meta para 2018 é abrir 130 unidades, e o grande desafio para 2020 é ter um total de 1.650 pelo Brasil.

 

 

Evento: 21º Festival do Japão

Data: 20, 21 e 22 de julho de 2018

20/07 – sexta – 12 às 21 horas

21/07 – sábado – 09 às 21 horas

22/07 – domingo – 10 às 18 horas

Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center – Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – São Paulo/SP

Ingressos: R$ 28 (bilheteria no dia) e R$ 14 (meia-entrada, APENAS na bilheteria, mediante apresentação de documento de comprovação). Entrada gratuita para crianças até 8 anos, mulheres acima de 60 anos e homens acima de 65 anos

Mais informações: http://www.festivaldojapao.com/

Sobre o Kumon

Criado no Japão em 1958, pelo professor Toru Kumon, o método utiliza os chamados exercícios-guia para que o aluno realize as atividades com o mínimo de intervenção do orientador. Somente após absorver totalmente a informação, avançam para os níveis subsequentes. “O aprendizado segue na simplicidade do papel e lápis. O que se escreve de próprio punho não se esquece, e é isso que faz com que o Kumon esteja em tantos países”, diz Masami Furuta, presidente da empresa no Brasil. O método está presente em 50 países e reúne 4,35 milhões de estudantes. No Brasil são aproximadamente 1.400 unidades em 550 cidades, somando mais de 160 mil alunos, dos 180 mil na América do Sul. Mais informações no site www.kumon.com.br ou pelo telefone 0800 728 1121.