Jovem porto-riquenho usa tecnologia IBM e cria ferramenta para mitigar danos de desastres naturais

Criar um grupo de drones que reconhecem pedidos de ajuda em áreas atingidas por desastres naturais foi a ideia do porto-riquenho Pedro Cruz após perder sua casa no furacão Maria. Agora a IBM anuncia o projeto chamado DroneAid em código aberto para ser usado em todo o mundo através do Code and Response.

DroneAid

O DroneAid é uma ferramenta que usa reconhecimento visual para detectar e contabilizar símbolos de emergência (SOS) no solo via fluxos de vídeo vindos de drones que estão no ar. O passo seguinte é adicionar automaticamente os pedidos de emergência capturados em um mapa para socorristas. Essas informações são usadas para priorizar o fornecimento de ajuda por autoridades ou organizações locais às comunidades afetadas.

O software, criado durante o desafio global Call for Code, trabalha com um conjunto de símbolos padronizados com base em um modelo pensado pelas Nações Unidas. Esses símbolos podem ser disponibilizados em kits de preparação para desastres ou recriados manualmente com materiais que são facilmente encontrados. O drone pesquisa em uma área os símbolos colocados por indivíduos, famílias ou comunidades que indicam a necessidade específica do local.

IBM

Com o anúncio da IBM, desenvolvedores de todo mundo podem contribuir com o treinamento do software e ajudar a aumentar sua eficiência para diferentes situações de desastres naturais. A partir de agora é possível pensar em novos aplicativos, enquanto Pedro imagina utilizar essa tecnologia em uma frota de drones assim que o desastre natural ocorrer para ajudar a população local.

IBM Watson pode ser utilizado para treinar o modelo de aprendizado de máquina, enquanto a IBM Cloud pode receber o armazenamento dos dados de treinamento. Além disso, a ferramenta de anotações na nuvem da IBM simplifica o treinamento de inteligência artificial.

Imagem de lumpi por Pixabay