JOGADORES DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE 94 FESTEJAM, NO RIO, OS 25 ANOS DO TETRA E CELEBRAM A UNIÃO DO GRUPO

Nesta quarta-feira, 17 de julho, os jogadores da célebre Seleção Brasileira de 1994 comemoram os 25 anos desse feito histórico e, principalmente, a amizade que eles mantêm até hoje. A data será celebrada com uma festa, no Rio, para todos os atletas e equipe técnica responsáveis pela vitória do Brasil na Copa do Mundo dos Estados Unidos. Por ser familiar e intimista, o evento não será aberto à imprensa.

Imagens inéditas de bastidores serão exibidas durante a noite para lembrar os melhores momentos da campanha, que foi marcada pela união da equipe. E tornou-se marca registrada do grupo desde que os jogadores entraram em campo de mãos dadas antes de golear a seleção da Bolívia por 6 a 0, nas eliminatórias da Copa, em Recife, no dia 29 de agosto de 1993.

Com produção de Fernanda Kalume e Dani Tolstoï, da Kalstoï, a festa terá menu assinado pelo chef francês Jérôme Dardillac, do hotel Fairmont Rio de Janeiro Copacabana. Entre os quitutes escolhidos pelos atletas: polvo, ceviche de salmão, palmito assado, entrecôte grelhado ao molho café de Paris, tartin de queijo de cabra com compota de cebola e figo, creme de cogumelos, risoto de camarão com abobrinha, gengibre e limão siciliano. O evento tem apoio da rede de hotéis Accor e do Fairmont Rio de Janeiro Copacabana, marca de luxo do Grupo.

A Accor tem como um de seus principais pilares o apoio ao esporte e está cada vez mais conectada com o futebol. Por esse motivo, não poderia deixar de apoiar a celebração de 25 anos de uma das maiores conquistas do futebol brasileiro até hoje: o Tetra, em 1994. Recentemente, a empresa anunciou uma grande parceria da marca ALL – Accor Live Limitless – com o Paris Saint-Germain (PSG). Além do futebol, a Accor também apoia no Brasil o tênis, rugby e golf.

 

Copa de 1994

O Brasil não ganhava o mundial desde o tri com Pelé, Gerson e companhia em 1970. Depois de se classificar “com emoção” para a Copa do Mundo, no jogo Brasil 2 X 0 Uruguai, no Maracanã, a seleção liderada pelo técnico Parreira e pelo coordenador técnico Zagallo superou todas as dificuldades e acabou com o jejum de 24 anos sem título, colocando novamente o Brasil no topo. A união/força do grupo de jogadores foi decisiva para a conquista do tetra.

Escalação da Seleção Brasileira de 1994

Escalação da Seleção Brasileira de 1994

Taffarel (goleiro), Jorginho (lateral), Aldair (zagueiro), Márcio Santos (zagueiro), Branco (lateral), Mauro Silva (meio-campo), Dunga (meio-campo), Mazinho (meio-campo), Zinho (meio-campo), Bebeto (atacante) e Romário (atacante). Reservas: Gilmar (goleiro), Zetti (goleiro), Cafu (lateral), Ricardo Rocha (zagueiro), Ronaldão (zagueiro), Leonardo (lateral), Raí (meio-campo), Paulo Sérgio (meio-campo), Müller (atacante), Ronaldinho (atacante) e Viola (atacante). Técnico: Carlos Alberto Parreira.