Jacareí recebe competição de robôs sumôs

Iniciativa da Anhanguera desafia estudantes a aplicarem conhecimentos de robótica, adaptando o esporte com aplicações de técnicas de força e esquiva para tirar oponentes da arena

 

No dia 24 de novembro, das 9h às 12h, a Anhanguera de Jacareí sediará uma competição de robótica, utilizando uma adaptação das regras da RoboCore – que tem o objetivo de difundir e estimular o desenvolvimento da robótica no país. A participação no evento é aberta a alunos acima de 16 anos, de escolas técnicas e graduações em Engenharia. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até o dia 20 de novembro, às 23h59, pelo link https://goo.gl/VC8AnG.

A robótica está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas e indústrias, trazendo impactos na ampliação da produtividade, transformando a educação, beneficiando a medicina, entre outros setores. Para fomentar o aprimoramento desses conhecimentos nos estudantes, a faculdade realizará a primeira edição da Guerra de Robôs, que desafiará os participantes a criarem máquinas adaptando o esporte Sumô, com aplicações de técnicas de força e esquiva para tirar oponentes da arena. Os robôs que devem pesar até 2 quilos,  serão ser controlados por controle remoto. Mais informações no regulamento, que é enviado no momento da inscrição ou pode ser retirado na faculdade antecipadamente.

Segundo explica o professor da disciplina Inteligência Artificial, do curso de Engenharia de Controle e Automação da Anhanguera de Jacareí, e idealizador do evento, Virgilio Barbosa, as atividades a serem desenvolvidas pelos competidores visam o desenvolvimento de projeto interdisciplinar integrado de um sistema embarcado que envolve hardware, software, sistemas de medidas, de referencial, localização espacial e de controle de robô, autoalimentado por baterias. O projeto deve localizar e empurrar o oponente para fora da faixa demarcada, permanecendo no interior da mesma. “Os alunos deverão organizar-se em equipes que tenham um coordenador, conhecido como capitão, um vice capitão e um mecânico de pista”, complementa. “Esse estímulo para que os estudantes aprofundem os conhecimentos sobre robótica é fundamental para impulsionar a carreira desses futuros profissionais”, finaliza.