Ítalo Ferreira conquista título do Circuito Mundial de Surfe

O brasileiro Ítalo Ferreira fez história no final da noite desta quinta (19) ao conquistar pela primeira vez o título do Circuito Mundial de Surfe. O feito foi alcançada após ele derrotar Gabriel Medina na final no Billabong Pipe Masters, última etapa do Circuito Mundial de surfe, realizada na ilha de Oahu, no Havaí.

Ítalo Ferreira

Com o triunfo desta noite o Brasil chega a seu quarto título mundial, após as conquistas de Gabriel Medina em 2014 e 2018, e de Adriano de Souza em 2015.

Ítalo chegou ao Havaí como líder do ranking do campeonato mundial com 51.070 pontos. Isso após a conquista das etapas de Gold Coast (Austrália) e de Peniche (Portugal).

Decisão brasileira

Na decisão Ítalo colocou pressão sobre Medina logo no início ao pegar duas boas ondas na sequência, recebendo 7,83 na primeira e 6,17 na segunda, somando o total de 14 pontos.

Já Medina pega um bom tubo para a esquerda e outro um pouco menor, o que lhe vale o total de 12,27.

OAHU, UNITED STATES - DECEMBER 11: Two-time WSL Champion Gabriel Medina of Brazil advances to Round 4 of the 2019 Billabong Pipe Masters after winning Heat 9 of Round 3 at Pipeline on December 11, 2019 in Oahu, United States. (Photo by Ed Sloane

Gabriel Medina não facilitou para Ítalo Ferreira na final do Pipe Masters – Ed Sloane

O tempo passava, e Ítalo mantinha a vantagem, até que, faltando 13 minutos para o fim, Medina soma 5,17, alcançando o total de 12,94, mas precisando de 6,24 para virar a disputa.

E, faltando 7 minutos para o fim, o potiguar pega uma esquerda que termina com aéreo incrível, somando 7,83. Assim, ele aumentou sua nota total para 15,56 e obrigava Medina a alcançar 7,80.

A partir de então o potiguar passou a administrar a vantagem. Assim, o placar se manteve em 15,56 a 12,94 para Ítalo Ferreira até o final, o que lhe garantiu o título mundial

Caminho até a final

Após sete dias sem disputas, por conta da falta de boas ondas, a disputa da última etapa do Circuito Mundial de surfe foi reiniciada com a disputa das oitavas de final. Nesta etapa Ítalo deixou para trás o brasileiro Peterson Crisanto, vencendo por 11,84 a 4,23. O adversário nas quartas foi outro brazuca, Yago Dora, superado por 15,66 a 13,50. Por fim, nas semifinais o brasileiro teve o privilégio de superar o norte-americano, 11 vezes campeão, Kelly Slater por 14,77 a 2,57.

OAHU, UNITED STATES - DECEMBER 11: Italo Ferreira of Brazil advances to Round 4 of the 2019 Billabong Pipe Masters after winning Heat 1 of Round 3 at Pipeline on December 11, 2019 in Oahu, United States. (Photo by Tony Heff/WSL via Getty Images)

Ítalo Ferreira fez história ao garantir o quarto título do Brasil no Circuito Mundial – Tony Heff

Após a derrota, o surfista de 47 anos disse que continua na ativa no ano de 2020.

Medina também não teve facilidade no caminho até a decisão. Nas oitavas ele deixou para trás o também brasileiro Caio Ibelli por 4,23 a 1,13. Nas quartas de final o desafio foi superar o havaiano, bicampeão mundial, John John Florence. O triunfo foi de 17,63 a 12,33. O último desafio antes da grande decisão foi o norte-americano Griffin Colapinto. O surfista de Maresias passou após vencer por 13,00 a 7,10.

Tóquio 2020

Agora a expectativa se volta para a participação do Brasil nos Jogos de 2020, em Tóquio, onde os representantes do país serão justamente Ítalo Ferreira e Gabriel Medina.

Agência Brasil