Instituto NET Claro Embratel promove série de palestras sobre educação e segurança na internet

 A partir do dia 12 de setembro, o Instituto NET Claro Embratel promove uma série de palestras online sobre o uso de tecnologias digitais e inovações aplicadas em salas de aula. A série de webnários é uma extensão do projeto Educonex@o, que já oferece capacitação para educadores e está presente em 51 cidades, espalhadas em 20 estados brasileiros.

Webnários

Os temas são variados e trazem discussões sobre cyberbullying, objetos digitais de aprendizagem, fake news em sala de aula e a construção de uma escola pública inovadora e conectada.  Ao todo, serão seis palestras com participação de nomes reconhecidos no cenário da educação e comunicação. Representantes do MEC, Claro, UNICEF e professores da rede estadual de ensino de São Paulo marcarão presença para apresentar experiências, ações e desafios sobre os conteúdos apresentados.

Educonex@o

“Gerar discussões relevantes é de extrema importância para levar cada vez mais conhecimento a estudantes e educadores. Esta é mais uma das iniciativas que cumpre importante papel social e vai ao encontro de um dos pilares do Instituto NET Claro Embratel que é a Educação”, comenta Daniely Gomiero, vice-presidente de Projetos do Instituto NET Claro Embratel e responsável pela área de Responsabilidade Corporativa da Claro. As palestras podem ser acompanhadas por meio do canal do YouTube do Instituto NET Claro Embratel https://www.youtube.com/channel/UCTSXpxZFVk0sneQ2ZIBxyrA

Confira os temas, dias e horários das palestras:

 Segurança na internet e cyberbullying – Emelyn Zamperlin, advogada de Direito Digital. (12/09, às 19h)

– Objetos Digitais de Aprendizagem e Recursos Educacionais Abertos – Cármen Lúcia Prata, assessora de gestão educacional da Secretaria da Educação do Espírito Santo. (25/09, às 19h)

Fake News na sala de aula – Desiree Luise Lopes Conceição, jornalista e mestre em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). (16/10, às 19h)

– Como trabalhar o socioemocional na escola pública – Wilmann Costa, professor e graduado em licenciatura plena em português e Literatura pela Universidade Estácio. (22/10, às 19h)

– UNICEF – Distorção Idade-série – Julia Ribeiro, Pedagoga formada pela Universidade Federal da Bahia, Especialista em Psicopedagogia pelo Centro de Estudos e Terapias Integradas Salvador (CETIS) / Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. (12/11, às 19h) 

– A construção de uma escola pública inovadora – Débora Garofalo, Professora da rede Municipal de Ensino de São Paulo, formada em Letras e Pedagogia.  (27/11, às 19h)

 Instituto NET Claro Embratel  

A área de Responsabilidade Social do Grupo Claro Brasil, composta pelas marcas NET, Claro e Embratel, investe continuamente em ações relacionadas à Educação e à Cidadania, por meio do Instituto NET Claro Embratel, com o objetivo de atuar em frentes sociais que integram a tecnologia e a informação como fonte de desenvolvimento e conhecimento. Desta forma, realiza e apoia projetos como o Campus Mobile, o Educonex@o, o Programa Dupla Escola, entre outros. O Instituto NET Claro Embratel é qualificado como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) pelo Ministério da Justiça, e é reconhecido pelo Departamento de Informação Pública das Nações Unidas (DPI/ONU) como uma organização não governamental corporativa que promove os ideais e princípios sustentados pela Carta das Nações Unidas. Conheça outras realizações no Relatório Social do Instituto NET Claro Embratel: https://www.institutonetclaroembratel.org.br/wp-content/uploads/relatorio-social/2018/