II Rodada de Debates do PSDB -Tema: Reforma Tributária

O PSDB Nacional, em parceria com o Instituto Teotônio Vilela (ITV), promoverá na próxima quarta-feira (22) a II Rodada de Debates do partido. Desta vez, a discussão será sobre a Reforma Tributária que está em tramitação no Congresso Nacional.

A convite do presidente nacional do PSDB, Geraldo Alckmin, participarão desse debate como convidados os economistas Bernard Appy e Luiz Carlos Hauly, ex-deputado federal e relator da proposta que altera o sistema tributário brasileiro.

O evento, que será transmitido ao vivo pelo site nacional do PSDB e seu perfil oficial no Facebook, contará com intervenções de representantes da Executiva Nacional, das bancadas do partido na Câmara e Senado, governadores e prefeitos.

Segue abaixo o perfil dos economistas convidados:

Bernard Appy 
Economista e diretor da LCA Consultores. De 2003 a 2009 ocupou cargos de direção no Ministério da Fazenda, tendo sido Secretário Executivo, Secretário de Política Econômica e Secretário Extraordinário de Reformas Econômico-Fiscais. Neste período foi presidente do Conselho de Administração do Banco do Brasil. Foi diretor de Estratégia e Planejamento da BM&FBOVESPA Atua nas áreas de macroeconomia e políticas públicas, com destaque para política fiscal e tributária e regulação financeira. Formado em economia pela USP, é professor licenciado da PUC-SP.

Luiz Carlos Hauly 
Economista e professor, o ex-deputado federal foi relator da PEC  293/04 na Comissão Especial da Reforma Tributária em 2018. Luiz Carlos Hauly liderou pela primeira vez a Secretaria de Estado da Fazenda do Paraná, entre 1987 a 1990, sendo ainda o presidente do Conselho de Administração do Banco do Estado do Paraná, que assumiu a 7ª posição no ranking entre os bancos brasileiros.

Hauly também foi Secretário da Fazenda do Paraná, no Governo Beto Richa, de janeiro de 2011 a outubro de 2013. Além de alcançar o equilíbrio financeiro, Hauly participou da formulação do Programa Paraná Competitivo que, em poucos mais de dois anos, atraiu mais de R$ 30 bilhões em novos investimentos com a geração de 180 mil novos empregos. Ele também ajudou a criar o sistema tributário que tornou o Paraná, segundo pesquisa CNI-Sebrae, o melhor Estado para criar e operar uma microempresa. À frente da Secretaria da Fazenda, Hauly introduziu diversas medidas para modernizar a máquina do Estado.

Data: 22/05/2019 – Quarta-feira
Horário: 14h30

Local: Auditório na Sede do PSDB Nacional