Hotéis e pousadas de Monte Verde e região retomam operação

 Os mais de 150 estabelecimentos de hospedagens de Monte Verde (MG) reabrem nesta quinta-feira (04). Seguindo as medidas de restrição adotadas pela Prefeitura de Camanducaia, que é a responsável pelo distrito, hotéis e pousadas voltam a operar com, no máximo, 40% da capacidade até o próximo dia 17, respeitando, assim, o período em que a cidade permanecerá em “alerta” para os casos de Covid-19 (novo coronavírus). As áreas de lazer, como piscinas, saunas, quadras esportivas e playground, também deverão permanecer fechadas. Já as atividades com até duas pessoas, como quadra esportiva para tênis, estão permitidas. Aos finais de semana e feriados, apenas turistas com reservas antecipadas poderão ter acesso ao distrito. No ano passado, mais de 500 mil turistas passaram pelo distrito, sendo 60% na alta temporada (entre maio e agosto), segundo a Prefeitura de Camanducaia.

Criada neste ano para promover o desenvolvimento econômico sustentável de Monte Verde, a MOVE (Agência do Desenvolvimento de Monte Verde e Região) participou das negociações de reabertura com a administração municipal a fim de atender às necessidades e expectativas de seus mais de 70 associados. “Passamos por um período de incertezas e sabemos da importância de resguardar vidas. Mas, também salientamos a necessidade do retorno consciente da economia local, pois somos uma estância turística de importância nacional. Esperamos que as novas medidas comecem a trazer resultados positivos para, em breve, tudo estar 100% normalizado”, comenta Rebecca Wagner, presidente da MOVE. Ela ressalta, ainda, que a agência já está em negociação com o governo municipal para ampliar o percentual de ocupação dos hotéis e pousadas após o próximo dia 17.

De acordo com o decreto municipal 0119/2020, publicado no dia 29 de maio, desde a última segunda-feira, dia 1º de junho, também com restrições, atividades de outros segmentos também voltaram a funcionar, como bares, restaurantes, lojas, academias e salões de beleza. Monte Verde abriga, de acordo com a Prefeitura de Camanducaia, mais de 50 restaurantes, bares e similares. 

Foto:Divulgação

MOVE

Entidade associativa, apartidária e sem fins lucrativos, a MOVE (Agência de Desenvolvimento de Monte Verde e Região) foi criada neste ano para promover o desenvolvimento econômico sustentável do distrito de Monte Verde, polo turístico que pertence ao município de Camanducaia (MG). A agência atua com o objetivo de fortalecer e dar voz ao empresariado, a fim de potencializar a vocação turística local sob os seguintes escopos: hotelaria, comércio, receptivos, alimentação, ambiental, social, industrial, esportivo e artístico. Atualmente, com mais de 70 associados, a MOVE trabalha em quatro frentes: apoia e oferece auxílio estratégico a empresas, poder público e comunidade para o enfretamento de desafios comuns; identifica, fomenta e divulga oportunidades de investimentos; promove novos negócios e parcerias; e apoia, produz e viabiliza eventos turísticos na região. A MOVE incorporou a antiga AHPMV (Associação dos Hotéis e Pousadas de Monte Verde).

Instagram