Grupo Bosch leva diferentes soluções tecnológicas para a 26ª Agrishow

O Grupo Bosch, um líder global no fornecimento de tecnologias e serviços, levará para a 26ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow) soluções tecnológicas que visam oferecer mais produtividade, economia e inteligência para as atividades no campo. No estande da marca, localizado na Rua E4B, os visitantes poderão conferir novidades Bosch que visam auxiliar o produtor a aprimorar sua produção e aumentar a eficiência.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) a população mundial atingirá a marca de 9,6 bilhões pessoas em 2050, que estarão cada vez mais concentradas nos centros urbanos e, para atender esse crescimento populacional, serão necessários 60% a mais de comida, 50% a mais de energia e 40% a mais de água potável.

Com isso, o setor do agronegócio passa a ter um papel fundamental nesse cenário do futuro, pois é necessário adotar metodologias e tecnologias para melhorar a produtividade, aumentar a eficiência energética, reduzir os impactos ambientais e os custos operacionais. A conectividade e a Internet das Coisas estão entre os elementos-chave que permitirão a transformação do setor nos próximos anos tanto no Brasil quanto no mundo.

A Bosch, com o objetivo de ajudar a suprir essa demanda, levará à Agrishow produtos e serviços customizados para atender os desafios futuros do agronegócio no País. Entre as novidades estão: soluções inteligentes para plantio e pulverização, monitoramento do gado, tecnologias que aumentam a eficiência energética e reduzem as emissões dos implementos agrícolas, além de inovações que proporcionam mais segurança, conforto e sustentabilidade para as atividades do dia a dia do campo.

Mais informações sobre as soluções Bosch para o agronegócio estão disponíveis no conteúdo especial Como alimentar o mundo.

A história de sucesso da Bosch no Brasil iniciou-se em 1954 na cidade de São Paulo. Atualmente o Grupo Bosch emprega no país cerca de 8.300 colaboradores e registrou, em 2017, um faturamento líquido de R$ 4.9 bilhões com a oferta de produtos e serviços para os setores Soluções para Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo e Energia e Tecnologia Predial. As operações do grupo na América Latina empregam cerca de 10.000 colaboradores que contribuíram para gerar um faturamento de R$ 6.1 bilhões, incluindo as exportações e vendas das empresas coligadas. Para mais informações: www.bosch.com.br,www.bosch-press.com.brwww.twitter.com/bosch_brasil.

O Grupo Bosch é um líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços. A empresa emprega cerca de 410.000 colaboradores em todo o mundo (posição de 31.12.2018) de acordo com dados preliminares, a empresa gerou vendas de 77.9 bilhões de euros em 2018. As operações do Grupo estão divididas em quatro setores de negócio: Soluções para Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo e Energia e Tecnologia Predial. Como uma empresa líder em IoT, a Bosch oferece soluções inovadoras para casas e cidades inteligentes, mobilidade e indústria conectadas. A empresa utiliza sua expertise de tecnologia de sensores, software e serviços, assim como sua própria nuvem de IoT para oferecer aos seus consumidores conectados múltiplas soluções a partir de uma única fonte. O objetivo estratégico do Grupo Bosch é disponibilizar inovações para uma vida conectada e aprimorar a qualidade de vida em todo o mundo com produtos e serviços inovadores concebidos para fascinar. Assim, a empresa cria “Tecnologia para a Vida”. O Grupo Bosch é composto pela Robert Bosch GmbH e cerca de 440 subsidiárias e empresas regionais presentes em aproximadamente 60 países. Incluindo os representantes de vendas e serviços, a rede global de produção, engenharia e vendas da Bosch abrange quase todos os países do mundo. A base para o crescimento futuro da organização é sua força inovadora. A Bosch emprega 69.500 colaboradores na área de pesquisa e desenvolvimento em 125 localidades em todo o mundo. Mais informações:  www.bosch.com 

A Bosch levará à Agrishow produtos e serviços customizados para atender os desafios futuros do agronegócio