Geração selfie de smartphones perde 20% da memória para imagens de baixa qualidade

A Avast (LSE: AVST), líder global em produtos de segurança digital, revela que em média as pessoas mantêm 952 fotos em seus dispositivos, das quais até 22% são de baixa qualidade, imagens borradas, escuras ou duplicadas. A pesquisa também aponta que, em média, 292 imagens são armazenadas no WhatsApp e 86 capturas de tela são salvas pelos usuários. Além disso, ao livrar-se dessas fotos o usuário pode liberar pelo menos um quinto (20%) do espaço de armazenamento do smartphone, melhorando a experiência do uso do dispositivo.

“Geração Selfie”

O estudo da Avast traz o Brasil na 17a posição do ranking de países com usuários que armazenam mais fotos. Em média os brasileiros armazenam 911 fotos em seus smartphones. No primeiro lugar da lista está a Coréia do Sul, onde os usuários armazenam 1.417 fotos em média. Já na última colocação está o Vietnã, país onde os usuários mantém em média 397 fotos em seus telefones.

Os maiores infratores

Desafiando as expectativas da “geração selfie”, a pesquisa constatou que os jovens de 18 a 24 anos realmente têm o menor número de fotos salvas, talvez devido à crescente popularidade de conteúdos com fotos quase ao vivo via stories do Snapchat e Instagram, que desaparecem após 24 horas. As pessoas entre 25 e 44 anos têm o maior número de fotos em seus dispositivos, com mais de 1.000 armazenadas na memória do telefone.

“Por que as pessoas mantêm fotos tão ruins? Isto pode ser porque os usuários que são pais nessa faixa etária estão tirando muitas fotos de seus filhos e não conseguem excluir as menos perfeitas ou, então, não têm tempo para analisá-las corretamente, algo com o qual muitos de nós podemos nos identificar”, acrescenta André Munhoz, Country Manager da Avast.

Ainda de acordo com a pesquisa, as mulheres tiram 24% mais fotos do que os homens, com uma média de 200 fotos a mais armazenadas no dispositivo e 1.053 fotos no total na galeria da câmera, em comparação com os homens que tem em média 851.

Tendência Global

Os dados mostram que, em geral, ter centenas de fotos salvas no dispositivo é uma tendência global e que os usuários de smartphones em cada um dos 45 países avaliados pela Avast também não estão excluindo regularmente as ruins. No Japão, quase um terço do espaço de armazenamento do usuário de smartphone é desperdiçado por causa de fotos escuras, borradas ou duplicadas e, no Reino Unido, os consumidores desperdiçam quase um quarto do espaço de seu disco rígido.

André Munhoz acrescenta: “O aumento da quantidade de armazenamento e a excelente qualidade da câmera embutida em nossos smartphones nos possibilitam fotos, que nos deixam de alguma maneira mais felizes. No entanto, os telefones que chegam com grande capacidade de armazenamento embutida ainda estão entre os mais caros e, além disso, muitos dos atuais serviços entregues por aplicativos precisam ser baixados. É fácil ver como a falta de memória no telefone pode realmente afetar o entretenimento dos usuários. Portanto, adquirir o hábito de excluir fotos ruins regularmente é uma maneira rápida e simples de manter seu dispositivo atual em boas condições de uso”.

Para mais detalhes sobre o Avast Photo Cleaner para Android, por favor, acesse: https://www.avast.com/pt-br/cleanup-android 

* Metodologia

Os dados neste documento são informações anônimas analisadas e provenientes de 6 milhões de usuários do Avast Cleanup para Android e Mac. Os dados foram coletados em um período de seis meses, entre dezembro de 2018 a junho de 2019.

AVAST

Sobre a AvastA Avast (LSE: AVST) é líder global em produtos de segurança digital. Com mais de 400 milhões de usuários online, a Avast oferece produtos com as marcas Avast e AVG, que protegem as pessoas de ameaças na internet e no emergente cenário de ameaças de IoT. A rede de detecção de ameaças da empresa está entre as mais avançadas do mundo, usando tecnologias de aprendizado de máquina e de inteligência artificial para detectar e deter ameaças em tempo real. Os produtos de segurança digital da Avast para Mobile, PC ou Mac têm conceito superior e são certificados por VB100, AV-Comparatives, AV-Test, OPSWAT, ICSA Labs, West Coast Labs e outros. Visite: www.avast.com/pt-br

Imagem de Laura Smith por Pixabay