FTT conquista mais uma nota máxima em avaliação do MEC

O curso de Engenharia de Computação da Faculdade de Tecnologia Termomecanica (FTT) acaba de ser reconhecido com nota máxima pelo Ministério da Educação (MEC).

A professora Luciana Guimarães Borges, diretora acadêmica da FTT, conta que a avaliação in loco do MEC foi realizada na primeira quinzena do mês de agosto e considerou três quesitos: corpo docente, infraestrutura e organização didático-pedagógica. “Para nós é motivo de muita alegria e orgulho! É a validação do trabalho que vem sendo realizado ao longo de muitos anos pela Instituição, respaldada sempre pela Fundação Salvador Arena, seu corpo diretivo, gestores, docentes, alunos, corpo técnico administrativo, com foco na educação de qualidade e na transformação de pessoas e vidas. A estrutura que temos nos auxilia neste processo de avaliação e na prática acadêmica de excelência. Estamos muito felizes, principalmente pelo significado desta conquista quando pensamos em desenvolver mais e melhores oportunidades para a comunidade”.

Em 2017, o curso de bacharelado em Administração da FTT foi reconhecido com a pontuação máxima pelo MEC e, no ano passado, os de Engenharia de Alimentos eEngenharia de Controle e Automação obtiveram o mesmo resultado. “Prezamos pela formação de profissionais alinhados com o que é estabelecido pelas diretrizes do MEC, com as necessidades do mercado e com a formação cidadã, que é fundamental para o desenvolvimento da sociedade. Esse conjunto, aliado aos valores institucionais, fazem diferença e nos direcionam para estes resultados”, finaliza.

O resultado garante a permanência da FTT no grupo de excelência do MEC, onde está há 8 anos consecutivos, com nota 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), indicador que sintetiza a qualidade de todos os cursos de graduação de cada instituição de ensino superior do país, em uma escala que vai de 1 a 5.

 Faculdade de Tecnologia Termomecanica

Fundada em 2002, integra o Centro Educacional da Fundação Salvador Arena (CEFSA), instalado em quase 140 mil metros quadrados. Conta com laboratórios, salas temáticas, rede de bibliotecas interativas, ginásios poliesportivos, conjunto aquático, campo de futebol, pista de atletismo, estação agroambiental e um teatro com capacidade para 600 pessoas. Em 2018, a FTT recebeu R$ 19,3 milhões em investimentos e encerrou o ano com 958 alunos ante 788 no ano anterior. Metade dos alunos dos cursos de graduação da FTT vem de famílias com renda per capita mensal até 1,5 salário mínimo. A FTT oferece 4 cursos de graduação, sendo eles Administração, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Alimentos e Engenharia de Computação, além dedos cursos de pós-graduação lato-sensu em gestão educacional e gestão de projetos em inovação e sustentabilidade.

 Fundação Salvador Arena

A Fundação Salvador Arena (FSA) é uma instituição civil de finalidade beneficente, de direito privado e sem fins lucrativos, criada em 1964 pelo empreendedor social Salvador Arena (1915-1998) para manter atividades voltadas à transformação social, atuando nas áreas de educação e assistência, e apoiando nas áreas de saúde e habitação. Nos últimos 10 anos, destinou quase R$ 590 milhões para ações que visam o fortalecimento do terceiro setor brasileiro e em projetos sociais ligados à educação, saúde e habitação, das regiões da Grande São Paulo, Baixada Santista e semiárido nordestino. Em 2018 foram destinados R$ 53,2 milhões para Centro Educacional, seu principal projeto social na área de educação, que atende 2.733 alunos gratuitamente, e R$ 11,5 milhões para projetos sociais e capacitação de organizações do terceiro setor, beneficiando 42.583 pessoas diretamente e 325.427 indiretamente.