Feissecre inova com rodada de negócios com grandes empresas

Termina nesta sexta-feira (19), às 21h, no Cefe (Centro de Formação do Educador), em São José dos Campos, a 21ª edição da Feissecre – Feira de Tecnologia para Indústria. O evento é promovido Assecre (Associação dos Empresários das Chácaras Reunidas) e conta com apoio da Prefeitura.

A Feira tem como objetivo oferecer às empresas a oportunidade de estreitamento em seus negócios e atração de novos clientes. Segundo os organizadores, a previsão é que cerca de 10 mil pessoas visitem os estantes durante os quatro dias do evento. A Feissecre é aberta a empresários, empreendedores, estudantes e ao público em geral. A entrada é gratuita.

Novos negócios

Segundo Ênio Lobo, um dos diretores da Assecre (Associação dos Empresários das Chácaras Reunidas), a Feira deixou de ser unicamente uma vitrine das empresas do bairro Chácaras Reunidas para se tornar um evento de caráter regional.

Para o empresário, outro destaque da edição deste ano da Feissecre é a integração das 47 empresas participantes do evento juntamente com as chamadas empresas âncoras, como Gerdau, Bayer e General Motors. Todas integrantes da Assecre.

A integração já permitiu que nesses dias já ocorressem cerca de 280 minis reuniões de apresentação entre todos os empresários expositores. Dessas reuniões, já foram firmados cerca de 10 contratos. Isto, além da possibilidade dos pequenos empresários também poderem se tornar fornecedores das grandes empresas âncoras, com o consequente aumento de faturamento e geração de mais empregos para a cidade.

Otimização

Ênio Lobo destacou ainda que a Assecre está profissionalizando a própria gestão da instituição. Os próprios diretores da Assecre, juntamente com todas as empresas filadas, – a maioria pequenas e médias empresas, estão se cotizando em recursos para melhores resultados para cada uma.

Como exemplo, atualmente até o transporte de funcionários, que antes era feito por empresas e preços diversos, atualmente é feito por uma única empresa, que ofereceu melhor preço.

As medidas de compras em grupo e compartilhamento de recursos atingem também setores de recursos humanos, alimentação e investimentos na área social. “Nosso compromisso é gerar novos negócios e trazer mais recursos para São José dos Campos, a cidade da tecnologia 4.0”, disse o empresário.

Instituto Invoz

Entre os muitos visitantes da Feissecre, também estiveram no evento um grupo de 20 pessoas inscritas pelo programa Qualifica São José, que são alunos do curso Praticando Inovação. O curso é dirigido por voluntários do Instituto Invoz, de São José dos Campos, em parceria com a Prefeitura, por meio da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico.

O grupo já começou o ciclo de aulas objetivando como se tornar um empreendedor inovador. Uma das atividades do curso foi uma visita detalhada à Feissecre. Eles percorreram todos os estandes e conversaram com os empresários.

A Invoz é uma associação sem fins lucrativos, fundada em 2017, que reúne pessoas e empresas com expertises diversas, que compartilham conhecimentos com a sociedade na execução de projetos que visem o bem comum.

Feira tem como objetivo oferecer às empresas a oportunidade de estreitamento em seus próprios negócios e atração de novos clientes – Foto: Charles de Moura/PMSJC

Feissecre