Estação Casa Amarela abre o ano com grandes exposições

Iniciativa favorece o acesso à cultura em Caçapava e região

A Estação Casa Amarela (ECA), espaço cultural em Caçapava, abre na próxima quarta-feira (9) a terceira edição da Galeria Flamboyant.  O local terá grandes exposições de renomados fotógrafos e pesquisadores da capital e Vale do Paraíba.

As exposições, que são abertas ao público, ficam em cartaz até o dia 27 de fevereiro, das 14h às 20h, de terça a sexta-feira, na sede da ECA – à Rua José Ludgéro Siqueira, número 32, na Vila São João, Caçapava/SP.
O espaço já está pronto para receber as cinco exposições individuais e uma mostra: “Vermelho” de Ricardo Takamura, “Negro Devoção” de Marco Antônio Sá, “Capelas de Santa Cruz” de Doris Bonini, “Religiosidade Popular” de Margarida Alvarenga, e “Conhecendo o Café” do Museu do Café dos Santos e Mostra dos Artistas da ECA: Jaider Esbell, Nice Sant, Paulo Medina, Sandro Miller e Sonia Vasconcelos.

Para a abertura, no dia 9 de janeiro, às 19h, a entrada será gratuita e a produtora cultural Elda Varanda Dunley, coordenadora da Estação Casa Amarela, preparou uma novidade: o fotógrafo Ricardo Takamura, de São José dos Campos, estará palestrando sobre a sua exposição.

EXPOSIÇÕES – Na mostra “Vermelho”, o fotógrafo Ricardo Takamura propõe um diálogo contemporâneo sobre a presença humana e sua influência sobre a paisagem natural. Todas as obras possuem legenda em braile.
O fotógrafo Marco Antônio Sá reúne na mostra “Negra Devoção” imagens das festas populares de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, em vários estados do Brasil. As obras enfatizam a presença da cultura africana Bantu.

Doris Bonini, fotógrafa e pesquisadora em tradições populares, apresenta painéis das “Capelas da Santa Cruz e beira de estrada de São José dos Campos e região”, retratando toda história e cultura popular desse belo patrimônio.

A artista plástica Margarida Alvarenga, que é professora da rede pública municipal em Caçapava, pinta arte naif (do francês, arte ingênua) — estilo a que pertence à pintura de artistas sem formação acadêmica sistemática.  Sua mostra “Religiosidade Popular” retrata capelas antigas e igrejas cheias de histórias.

A exposição “Conhecendo o Café”, do Museu do Café dos Santos, traz uma explicação morfológica do cafeeiro, ou seja, a estrutura, formação e classificação da planta em todas suas etapas de crescimento, que nos ajuda a entender os processos para geração dos grãos que conhecemos.

A Mostra dos Artistas da ECA traz um trabalho de cada artista que nesse momento estão em itinerância por espaços culturais no Vale do Paraíba/SP, São Paulo, Petrópolis/RJ  e Rio de Janeiro.

SOBRE A ESTAÇÃO CASA AMARELA – Apaixonada por artes, a produtora cultural Elda Varanda Dunley resolveu, em 2016, transformar sua própria casa em Caçapava, interior de São Paulo, na Estação Casa Amarela. Nascia então um importante espaço cultural voltado à arte, educação, formação, entretenimento e incentivo ao mercado cultural na região do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira em São Paulo e, em Petrópolis (RJ) – cidade natal da produtora.

Abertura das exposições: 9 de janeiro de 2019 (quarta-feira), das 19h às 22h.
Local: Estação Casa Amarela – Rua José Ludgéro Siqueira, número 32, na Vila São João, Caçapava/SP.
Entrada gratuita

De 11 de janeiro a 27 de fevereiro, terça a sexta-feira, das 14h às 20h. Ingresso: R$ 5,00 (cinco reais).
Visitas agendadas pelos telefones (12) 3652-6103 e (12) 99116-2784 .

Produtora cultural Elda Varanda Dunley, coordenadora da Estação Casa Amarela-FOTO/DIVULGAÇÃO
Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons