Espetáculo inédito no Brasil, HARM-ONY, de Marcela Levi e Lucía Russo estreia no Sesc Avenida Paulista

Após residência iniciada em abril, o espetáculo HARM-ONY, parceria entre as diretoras Marcela Levi e Lucía Russo, da Improvável Produções, estreia dia 9, quinta-feira, às 21h no Sesc Avenida Paulista.

Por meio da dança contemporânea, as pessoas são convidadas ao questionamento sobre as relações entre a materialidade, os corpos e os diferentes universos que se articulam de modo heterogêneo, mas em rede, por um ponto em comum: a partilha de posições divergentes, mas que estão dispostas a serem compartilhadas.

Performers e público dividem os espaços do andar Arte II, entre caminhadas vagarosas, sussurros, risadas, onde há quem duble vozes, quem baila “cheek to cheek” ou quem simplesmente pausa diante o movimento. Assim acontece HARM-ONY, entre corpos vestidos e nus.

O projeto é um processo de criação que se repete com singularidade, pois une as experiências de performers locais a cada montagem. No ano de 2018, em coprodução com o fundo Iberescena/Funarte e o centro NAVE, na programação do Seminario Danza Politica y Activismo, em Santiago do Chile, como 1º ato de Sacar La Lengua, a apresentação articulou diferença e distância: “mesmo não falando a mesma língua, ainda assim é possível construirmos algo juntos”, fala de uma das artistas chilenas durante os ensaios.

A residência no Sesc Avenida Paulista, teve início em abril com a seleção de dez performers junto às diretoras e colaboradores da Improvável Produções, seguida por encontros diários no período de 2 semanas antes da primeira apresentação.

site specific tem a intenção de trazer reações sobre a transparência do prédio – que traz em seu conceito arquitetônico uma reciprocidade de movimento com a cidade – e a opacidade dos corpos. Etérea, a dança aparece aqui como experimento de algo não funcional e sem tempo determinado, como uma exposição ao contágio das relações.

Ainda, segundo as diretoras, “este encontro informa e encoraja a apostar no dissenso como algo a se praticar em sociedade. Estar em dissenso, ou seja, estar com um outro, conviver”. A palavra harmony, fragmentada, tem uma relação direta com a essência do espetáculo.

HARM-ONY é uma quebra, de articulação e movimento: um encontro entre harmonia e dano.

Nesse aspecto, a dança se coloca em seus múltiplos avessos onde há embates entre o sentido de igualdade a qual, ainda que seja bem-intencionada, carrega certo autoritarismo em sua concepção quando resulta de um único princípio norteador, e a diferença que traz o atrito e, ao mesmo tempo, novos movimentos e compreensões.

Improvável Produções

Marcela Levi e Lucía Russo fundaram, em 2010, a Improvável Produções, no Rio de Janeiro. A autoria compartilhada é responsável, entre outros, pela criação e produção das peças de dança “Natureza Monstruosa”, “Mordedores”, “Boca de Ferro”, “Deixa Arder” e “HARM-ONY”, além da intervenção urbana “Sandwalk with me”. Concomitantemente à pesquisa coreográfica desenvolvida pela Improvável Produções, Levi & Russo orientam oficinas em escolas, centros de arte e universidades no Brasil, na Europa e na América Latina. Em março, participaram da 6ª MITsp.

Marcela Levi é coreógrafa e performer. Nos últimos vinte anos vem desenvolvendo projetos que dissolvem as fronteiras entre a dança e as artes plásticas, construindo uma linguagem que perturba a hierarquia entre corpo e objeto: o corpo se torna objeto e objetos se tornam corpo. Através de seu trabalho, Levi cria uma zona de ambiguidades e deslocamentos. Formada pela Escola de Dança Angel Vianna (Rio de Janeiro), Levi foi artista residente no centro de arte Les Recollets (França), no “Programa Artistas en Residencia – Casa Encendida/Aula de Danza” (Espanha), no Espaço Cultural Azala, (Espanha), no “Laboratório de Criatividade Urbana ON.OFF”, “Guimarães 2012 – Capital Européia da Cultura” (Portugal), artista convidada no programa “Rio Occupation London”, na London Cultural Olympiad, promovido pela SEC RJ (Londres) e recebeu a bolsa Batiscafo (Cuba).

Lucía Russo é coreógrafa, performer e gestora cultural. Estudou psicologia na Universidade de Buenos Aires, dança contemporânea no European Dance Development Centre (HOL) e no Centro Cultural Rojas (ARG). Se move entre a criação artística, os processos de transmissão e intercâmbio e a gestão cultural. Seus trabalhos se caracterizam por envolver diversas formas de ação colaborativa e provocar encontros, choques, desvios, dissonâncias e diversões, apresentados em vários festivais e centros de arte na América Latina e Europa. Integrou a Rede Sul-americana de Dança (2001/10); coordenou o projeto “Diálogos: Intercâmbio de processos de criação em dança contemporânea” (2006/8) na América Latina; e integrou a equipe da ocupação “Manifesta!”, no Teatro Cacilda Becker FUNARTE em 2011. Foi Professora de “Composição Coreográfica no IUNA” (Instituto Universitário Nacional de Arte) em Buenos Aires entre 2006/9 e professora convidada na Universidade Nacional 3 de Fevereiro em Buenos Aires. Entre 2010 e 2013 desenvolveu o projeto de formação de plateia “Futuros Espectadores”, articulando e criando pontes entre teatros, artistas e escolas públicas de ensino fundamental e ensino médio, coletivos e associações culturais no Rio de Janeiro.

 

Quando: Estreia 9/5, qui., 21h. Até 12/5. Sex. e sáb., 21h. Dom., 19h.
Faixa etária: 18 anos.
Local: Arte 2 – 13º andar.
Lotação: 60 lugares.
Ingressos: R$20. R$10 (meia) e R$6 (credencial plena).

SESC AVENIDA PAULISTA

Avenida Paulista, 119, Bela Vista, São Paulo

Fone: (11) 3170-0800

Transporte Público: Estação Brigadeiro do Metrô – 350m

Horário de funcionamento da unidade:

Terça a sábado, das 10h às 22h.

Domingos e feriados, das 10h às 19h.

Horário de funcionamento da bilheteria:

Terça a sábado, das 10h às 21h30.

Domingos e feriados, das 10h às 18h30.

Site: sescsp.org.br/avenidapaulista

Facebook: facebook.com/sescavpaulista
Instagram: @sescavpaulista

App Sesc Avenida Paulista: disponível para download gratuito em celulares e tablets no endereço sescsp.org.br/avenidapaulista

Danca – HARM-ONY – Isabel Ortiz