EMPATE SEM GOLS EM ARARAQUARA RENDE RECORDE INVICTO AO VERDÃO NO CHOQUE-REI

Palmeiras e São Paulo se enfrentaram em Araraquara (SP), na tarde deste domingo (26), e não saíram do 0 a 0 em jogo válido pela 2ª rodada do Campeonato Paulista de 2020. Com o resultado, o Maior Campeão do Brasil completou o seu 10º duelo sem perder para o rival tricolor: último revés aconteceu em 27/05/2017, pelo Campeonato Brasileiro – desde então, fora, seis vitórias do Palmeiras e quatro empates (16 gols alviverdes e quatro tricolores). A série de 10 jogos sem perder para o São Paulo, de quebra, se tornou a maior invencibilidade do Verdão contra o São Paulo em toda a história pelo lado palmeirense, superando as nove partidas invictas impostas entre 1975 e 1977 (quatro vitórias e cinco empates).

Este foi o duelo de número 317 entre as equipes, sendo que o retrospecto geral é equilibrado: ao todo, foram 106 vitórias para o Verdão, 103 empates e 108 triunfos do São Paulo. O Alviverde marcou 412 gols e sofreu 408 tentos.

O embate também marcou o 60º clássico de Vanderlei Luxemburgo no Verdão (foram 25 contra o São Paulo, 19 contra o Santos e 16 diante do Corinthians). As 25 partidas frente o time tricolor, aliás, fazer do rival da vez o adversário mais frequente do comandante palmeirense: foram 10 vitórias, nove empates e seis derrotas.

Luxemburgo completou 377 jogos pelo Palmeiras no clássico deste domingo (26), em Araraquara-SP (Cesar Greco/Divulgação)

Em sua quinta passagem pelo Maior Campeão do Brasil (1993/1994; 1995/1996; 2002; 2008/2009 e a atual), Vanderlei Luxemburgo chegou à sua 377ª partida no clube, acumulando 229 vitórias, 82 empates e 66 derrotas e tem no currículo, pelo clube, as conquistas dos Paulistas de 1993, 1994, 1996 e 2008, dos Brasileiros de 1993 e 1994, e do Torneio Rio-São Paulo de 1993.

Além das principais conquistas, Luxemburgo possui outros triunfos memoráveis à frente do Verdão, algumas de caráter amistoso. No total são dez, sendo cinco de torneios (Copa Brasil-Itália 1994, na Itália, Torneio Lev Yashin 1994, na Rússia, Copa Euro América 1996, em Fortaleza-CE, Copa da China 1996, na China, e, agora, a Florida Cup 2020, nos Estados Unidos) e outros cinco de jogos únicos (Taça Reggiana 1993, na Itália, Taça Nagoya 1994, no Japão, e as Taça Jihan, Taça Xangai e Taça Pequim, todas em 1996, na China).

Choque-Rei fora de São Paulo

Antes desse, o último clássico disputado entre as equipes fora da capital aconteceu na Arena Barueri, em 15/07/2012, pelo Campeonato Brasileiro. Nesse dia, as equipes empataram por 1 a 1. Vale lembrar que, à época, a casa palmeirense passava por reforma; portanto, o time mandava alguns jogos em outros estádios, como o Pacaembu, o Canindé e a própria Arena Barueri.

Já o último jogo fora de São Paulo longe da área metropolitana (mais precisamente no interior do estado), como no caso da partida deste domingo, que foi em Araraquara – interior –, aconteceu no Eduardo José Farah, o Prudentão, em Presidente Prudente-SP, e também teve mando do Verdão – o jogo foi em 26/02/2012! Naquela ocasião, outro empate: porém, desta vez, por 3 a 3 (Daniel Carvalho e Barcos 2 fizeram os gols palmeirenses).

(Cesar Greco/Divulgação)

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 0 SÃO PAULO

Local: Arena Fonte Luminosa, em Araraquara-SP
Data: 26 de janeiro de 2020 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Neuza Inês Back
Público: 15.173 torcedores
Renda: R$ 1.107.400,00

Cartões amarelos: Vitor Bueno e Bruno Alves (São Paulo)

PALMEIRAS:

 Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Victor Luis; Ramires (Zé Rafael), Gabriel Menino (Patrick de Paula) e Lucas Lima; Dudu, Gabriel Veron (Willian) e Luiz Adriano.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

SÃO PAULO:

 Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Hernanes (Everton); Helinho (Liziero), Vitor Bueno e Pablo (Pato).
Técnico: Fernando Diniz.


Por Bruno Alexandre Elias / Departamento de Comunicação do Palmeiras