Embraer Divulga os Resultados do 1º Trimestre de 2018

DESTAQUES –

No 1º trimestre de 2018 (1T18), a Embraer entregou 14 jatos comerciais e 11 executivos (8 leves e 3 grandes), abaixo dos 18 jatos comerciais e 15 executivos (11 leves e 4 grandes) do 1T17;

– No 1T18, a carteira de pedidos firmes (backlog) da Companhia fechou em US$ 19,5 bilhões e passou a incluir a nova unidade de negócio de Serviços & Suporte;

– No trimestre, o EBIT1 e EBITDA² foram de R$ 88,1 milhões e R$ 292,9 milhões, respectivamente, levando a uma margem de 2,7% e 9,1%. Não houve qualquer item especial contabilizado nos resultados do 1T18;

– No 1T18, a Embraer apresentou Prejuízo líquido de R$ 40,1 milhões e Prejuízo por ação de R$ 0,0547. O Prejuízo líquido ajustado (excluindo-se impostos diferidos) foi de R$ 77,8 milhões e Prejuízo por ação ajustado ficou em R$ 0,1061;

– A Embraer encerrou o 1T18 com uma posição total de caixa de R$ 11.395,3 milhões, com uma dívida de R$ 13.916,8 milhões, resultando em uma dívida líquida de R$ 2.521,5 milhões;

– Em fevereiro, apenas 56 meses após o lançamento do programa, o E190-E2 foi certificado pela ANAC, FAA e EASA. É a primeira vez que um programa aeronáutico com o nível de complexidade do E2 recebe um certificado de tipo de três das maiores autoridades aeronáuticas internacionais de certificação, simultaneamente.

– A Companhia reafirma todas as suas estimativas financeiras e de entregas para 2018;

– Os resultados de períodos anteriores tiveram pequenos ajustes para refletir a adoção do IFRS 15 (Receita de Contratos com Clientes) e do IFRS 9 (Instrumentos Financeiros). Leia o relatório completo:

Download

Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons