EDP Smart e Santander lançam financiamento para aquisição de sistemas de energia solar

A EDP Smart, divisão que reúne o portfólio de soluções em energia da EDP, e a Santander Financiamentos, fecharam uma parceria para oferecer aos clientes da companhia de energia uma linha de crédito específica para aquisição de painéis e sistemas fotovoltaicos. Com taxas a partir de 0,79% ao mês e prazo de até 60 meses, o financiamento está disponível para consumidores residenciais e pequenos negócios, correntistas do banco ou não, nas áreas de concessão da EDP em São Paulo e no Espírito Santo

EDP Smart

No site edpsmart.com.br/residencias/solar, um simulador aponta a economia mensal estimada com o sistema solar, o número de módulos necessários para atender o consumo de energia do cliente, além do valor e tempo de retorno do investimento.  As transações serão 100% digitais, feitas de maneira simples e ágil. A oferta será ampliada para as demais regiões do Brasil, de acordo com a estratégia de expansão da EDP.

Fotovoltaico

A análise de crédito do cliente que solicitar o financiamento do sistema fotovoltaico leva em conta fatores como risco de crédito e o seu relacionamento com o banco. Após a aprovação do financiamento, a EDP envia um técnico até o cliente para estudar o local de implantação e desenvolver o projeto. A instalação é feita em até 30 dias úteis, considerando um projeto residencial de até 12 kWp. A EDP fica responsável pela implantação e operação do sistema, cuja vida útil é de 25 anos.

O sistema de geração distribuída permite que o cliente gere sua própria energia, limpa e renovável, e “devolva” o excedente para a rede de distribuição nos horários de não utilização, além de poder contar com o sistema da concessionária quando necessitar. Os resultados para o usuário são visíveis na conta de energia elétrica, que, inclusive, fica protegida contra as variações tarifárias.

“O Brasil superou recentemente a marca de 1 GW de capacidade instalada de geração distribuída, dado que reforça a importância do setor para a Companhia. Queremos oferecer aos consumidores a possibilidade de adquirir painéis solares com facilidade e rapidez, como a parceria entre EDP Smart e Santander Financiamentos proporciona”, destaca Carlos Andrade, vice-presidente de Estratégia e Novos Negócios da EDP Brasil.

Na avaliação de Karine Bueno, head de Sustentabilidade do Santander Brasil, a parceria tem tudo para ser um divisor de águas no mercado de geração solar distribuída. “Não é de hoje que investimos e fomentamos as energias renováveis, por isso acreditamos que a parceria com uma grande empresa, presente em toda a cadeia de valor do setor elétrico, dará uma nova escala ao segmento”, afirma.

André Novaes, diretor da Santander Financiamentos, acrescenta que o banco tem a ferramenta adequada para atender à demanda com velocidade e qualidade. “As condições oferecidas aos clientes da EDP são especiais, o que torna a instalação um bom negócio para o cliente, com retorno garantido”, pondera André Novaes, diretor da Santander Financiamentos.

Sistema solar de microgeração

Avanços da geração solar distribuída no Brasil

Segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o Brasil possui 94,2 mil unidades de geração instaladas, gerando créditos para 118 mil unidades consumidoras. Em 2019, a capacidade instalada desse tipo de geração subiu 70,9%. A associação aponta que os consumidores residenciais lideram a lista em número de sistemas instalados, sendo responsáveis por 73,8% do total, seguidos dos setores de comércio e serviços, que, juntos, correspondem a 17,3%.

Foco em soluções de energia

A EDP possui uma unidade dedicada à implementação de empreendimentos solares de autoprodução e à geração distribuída para clientes comerciais e industriais. Desde 2017, a Companhia negociou 19 projetos de energia solar com aproximadamente 30 MWp de capacidade contratada.

Recentemente, a EDP inaugurou, em Itacarambi, Minas Gerais, o maior complexo de energia solar já implementado pela Empresa. Composto por duas usinas que totalizam 8,33 MWp, o parque solar vai garantir 100% do abastecimento energético do VillageMall, centro comercial localizado no Rio de Janeiro. Segundo a Multiplan, o empreendimento, com área de 240 mil metros quadrados, o equivalente a 24 campos de futebol, proporcionará uma economia de R$ 55 milhões ao longo de 10 anos.

O Banco das Energias Renováveis

Um dos bancos que mais investem na expansão das energias renováveis, o Santander respondeu pelo financiamento e estruturação de 34% dos projetos eólicos desenvolvidos no País nos últimos 12 anos. Há três anos passou a fomentar também o desenvolvimento da energia solar, com forte participação nos primeiros leilões dessa fonte realizados no País.

Em geração distribuída solar fotovoltaica, o Santander foi pioneiro na criação de linha de crédito para financiar clientes pessoa física, como forma de incentivar a micro e minigeração de energia. Atualmente, o Banco conta com mais de 600 integradores credenciados ao Santander Financiamentos e também dispõe de linha de crédito para correntistas com taxas e prazos exclusivos.

EDP

Sobre a EDP no Brasil

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A Companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, atua em Geração, Distribuição, Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia. Possui seis unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica, e atende cerca de 3,5 milhões de clientes pelas suas Distribuidoras em São Paulo e no Espírito Santo. Recentemente, tornou-se a principal acionista da CELESC, em Santa Catarina. No Brasil, é referência em áreas como Inovação, Governança e Sustentabilidade, estando há 13 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

Imagem de skeeze por Pixabay