Duas mulheres são barradas com ilícitos em unidades prisionais da região

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que duas mulheres foram barradas com drogas e objetos ilícitos em unidades prisionais de Taubaté e de Tremembé no domingo, dia 14 de abril.

Durante a manhã, por volta das 9h, as servidoras do Centro de Detenção Provisória “Dr. Félix Nobre de Campos”, o CDP de Taubaté, identificaram algo estranho na região pélvica de uma visitante, a partir de imagens geradas pelo escâner corporal. Questionada, a jovem alegou que o volume atípico era de seu absorvente, e então foi convidada a retirar o produto para análise em sala reservada.

Percebendo o nervosismo da suspeita, as agentes solicitaram também sua roupa íntima para verificação e descobriram que uma porção de 20 gramas de maconha foi costurada no forro da calcinha. A erva seria entregue ao companheiro da visitante, preso no estabelecimento penal.

Ainda no domingo, a mãe de uma sentenciada foi surpreendida com um cabo USB escondido em um cobertor que entregaria a sua filha, reclusa na Penitenciária Feminina 2 de Tremembé. O objeto foi encontrado quando os agentes revistaram os pertences trazidos pela mulher, de 61 anos.

Ambas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia, onde foram lavrados os Boletins de Ocorrência, e tiveram seus nomes suspensos do rol de visitas da SAP. As direções das unidades prisionais enviaram comunicados para a Vara de Execuções Criminais, além de instaurarem Procedimento Disciplinar Apuratório.

 

Fotos: Divulgação/SAP

Visitante costurou uma porção de maconha no forro de calcinha
Cabo USB estava escondido em cobertor trazido por mãe de sentenciada
Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons