Cyber exposure é medida necessária para evitar vulnerabilidades com 5G

Na semana passada, pesquisadores de segurança da informação da Purdue University e da Universidade de Iowa descobriram cerca de dez vulnerabilidades no 5G. De acordo com as análises, estas vulnerabilidades podem ser usadas para rastrear a localização de vítimas em potencial em tempo real, falsificar alertas de emergência ou desconectar completamente um celular conectado à rede 5G.

Segundo Rafael Sampaio, country manager da Etek NovaRed Brasil e especialista em segurança da informação, o ideal é que as empresas brasileiras invistam em cyber exposure. 

5G

“O 5G é uma realidade que está batendo à porta. Para evitar vulnerabilidades com seu uso é preciso avaliaro quanto as empresas estão “expostas” por risco cibernético. O uso de várias tecnologias dentro das organizações aumenta a “superfície de risco” das empresas. Com a chegada do 5G, a adoção de IoT aumentará exponencialmente a superfície de risco”, explica.

Cyber exposure

.

Imagem de mohamed Hassan por Pixabay