Congonhas recebe avaliações positivas em pesquisa de satisfação do passageiro

O Aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP), foi bem avaliado pelos passageiros durante o último trimestre de 2018. É o que indica a Pesquisa de Satisfação do Passageiro, divulgada nesta quarta-feira (13/2), em Brasília, pelo Ministério da Infraestrutura. Numa escala de 1 a 5, onde a meta de qualidade é 4, o terminal, inserido na categoria de aeroportos que movimentam acima de 15 milhões de viajantes por ano, ficou com nota 4,34.

Congonhas foi avaliado em 32 indicadores. Destes, 23 (71,87%) estão acima da meta de 4 pontos. Ainda dentro desses números, o aeroporto conta com nove indicadores acima da média da categoria. Entre esses indicadores, estão:

– Confiabilidade da inspeção de segurança (4,45);

– Cordialidade e prestatividade dos funcionários da inspeção de segurança (4,48);

– Disponibilidade e qualidade das informações nos painéis de voo (4,42);

– Limpeza geral do aeroporto (4,44);

– Qualidade da informação nos painéis das esteiras de restituição de bagagem (4,65);

– Tempo de fila no check-in – autoatendimento (4,77);

– Cordialidade e prestatividade dos funcionários do check-in (4,60);

– Velocidade da restituição de bagagem (4,65), e

– Integridade da bagagem (4,40).

“A avaliação geral é muito positiva e demonstra que todas as ações implantadas em prol da melhoria na qualidade dos serviços têm refletido na percepção do nosso cliente”, pontuou o superintendente do Aeroporto de Congonhas, Antônio Filipe Barcellos, e enfatizou que manterá todos os esforços para aumentar o grau de satisfação dos usuários.

De acordo com a presidente da Infraero, Martha Seillier, os resultados superam a meta estabelecida para os aeroportos, que era nota 4,0, e por isso devem ser celebrados. No entanto, Martha ressalta que os pontos mais sensíveis da avaliação serão trabalhados para melhorar, ainda mais, o desempenho dos aeroportos da Rede.

“O fato de todos os aeroportos da Rede Infraero na pesquisa da SAC terem recebido avaliações gerais entre “bom” e “muito bom” demonstra o nível de excelência dos serviços prestados ao passageiro. Isso é resultado do trabalho de uma equipe altamente capacitada e comprometida com a qualidade das atividades que desenvolve e, sobretudo, preocupada em garantir segurança operacional”, afirma Martha.

Ainda segundo a presidente, Martha Seillier, o prêmio tem desafiado o setor aéreo. “Desde que foi criado, todos os aeroportos do País têm corrido atrás para atingir melhores indicadores, para receber melhor seus passageiros, seus usuários, as companhias aéreas. A inclusão de novas categorias a partir do ano que vem são, também, um estímulo para seguirmos trabalhando em buscas de resultados ainda mais expressivos”.

Premiação

Das quinze categorias premiadas pela Secretaria de Aviação Civil, para o desempenho relativo a todo o ano de 2018, aeroportos da Infraero ganharam em sete, incluindo melhor aeroporto até 5 milhões de passageiros, com Manaus (AM). O aeroporto internacional Eduardo Gomes ganhou ainda nas categorias “Controle Migratório Mais Eficiente” e “Controle Aduaneiro Mais Eficiente”.

Na mesma faixa de Manaus, com fluxo de passageiros até 5 milhões, o aeroporto internacional de Maceió (AL), Zumbi dos Palmares, venceu nas categorias “Raio-X Mais Eficiente” e “Aeroporto com Mais Serviços ao Passageiro”. Já entre os aeroportos com fluxo entre 5 e 15 milhões de passageiros, Curitiba (Aeroporto Internacional Afonso Pena) ganhou nas categorias “Controle Aduaneiro Mais Eficiente” e “Aeroporto com Mais Serviços aos Passageiros”.

A premiação do melhor aeroporto com fluxo entre 5 e 15 milhões foi para Viracopos, em Campinas (SP), e o melhor aeroporto com fluxo acima de 15 milhões de passageiros ficou com o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck, em Brasília (DF).

O Aeroporto

O terminal registrou movimentação de 21,9 milhões de pessoas em 2018. A média diária de passageiros foi de 60,1 mil, e a média por mês chegou a 1,8 milhão de viajantes, que chegam e partem para 35 destinos nacionais, transportados pelas empresas Azul, Avianca, Gol e Latam.

Vale destacar que Congonhas teve o maior percentual de pontualidade nas partidas e chegadas durante a Operação Fim de Ano 2018-2019, com 91,62% de chegadas e partidas no horário programado. É o que aponta o relatório final do Ministério da Infraestrutura, que monitorou 13 aeroportos, sendo cinco da Infraero, no período de 17 de dezembro a 6 de janeiro.

Crédito-Divulgação Infraero