Circulando com Marilda Serrano:Cirurgia reconstrutiva devolve autoestima à paciente mastectomizada

Especialista do Rio Branco Centro Médico, em São José, destaca os benefícios da reconstrução mamária após acometimento ao câncer de mama 

O diagnóstico positivo para o câncer de mama tende a ser um dos momentos mais delicados na vida de uma mulher. O processo de tratamento é difícil e, muitas vezes, além da perda de peso e cabelo, há também a necessidade de realização da mastectomia, cirurgia de remoção completa ou parcial da mama. Nesses casos, a aceitação pode se tornar ainda mais difícil. Dessa forma, para melhorar a autoestima, algumas pacientes em tratamento optam por realizar a reconstrução mamária. 

A reconstrução da mama é obtida através da junção de várias técnicas avançadas de cirurgia plástica que tentam restaurar a mama considerando a forma, a aparência e o tamanho após a mastectomia. A Dra. Natalia Montecinos, cirurgiã plástica no Rio Branco Centro Médico, em São José dos Campos, é especialista na cirurgia pelo Hospital Perola Byington, de São Paulo, e destaca que o objetivo principal do procedimento é refazer a imagem corporal da mulher, que está associada com a presença das mamas e dessa forma, devolver o amor-próprio e conferir mais autoconfiança à essa mulher. “Trata-se de uma cirurgia altamente indicada, sem restrição de idade”, explica a doutora. 

Segundo ela, a reconstrução pode ser imediata ou tardia, ou seja, realizada após um longo tempo da realização da mastectomia. Geralmente, em trinta dias a paciente pode retornar às suas atividades de rotina. “A recuperação depende de cuidados pessoais, acompanhamento médico e alguns cuidados com a região operada como, por exemplo, evitando esforços físicos com os membros superiores”, reforça a especialista. A cirurgia de reconstrução de mama pode ser realizada de forma particular ou pelo SUS. 

DADOS – A Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) aponta que apenas 20% das 92,5 mil mulheres que fizeram a mastectomia para tratamento, entre os anos de 2008 e 2015 passaram pelo procedimento de reconstrução. O mesmo levantamento aponta que a reconstrução mamária imediata é viável em cerca de 90% dos casos. No Brasil, 226 instituições realizaram reconstruções mamárias no sistema público de saúde entre janeiro de 2016 e agosto de 2017 conforme dados do DataSUS, sendo que 70 instituições realizaram 80% dos procedimentos. 

Sobre o Rio Branco Centro Médico 

Especializado em saúde feminina, onde mulheres de todas as idades podem encontrar os melhores profissionais e serviços especialmente voltados para o cuidado integral à saúde da mulher. Reúne profissionais renomados nas áreas de ginecologia, obstetrícia, medicina reprodutiva, mastologia, dermatologia, cirurgia plástica, oftalmologia, coloproctologia, cirurgia geral e anestesiologia. Mais informações: no site www.riobrancocentromedico.com.br ou no telefone (12) 3922-6224.

Contato:https://www.facebook.com/marilda.serrano
Dra. Natalia Montecinos

 

Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons