Ciclovia em Ilhabela fica mais segura com início da ronda policial em todo o seu trecho

Ilhabela conta desde esta segunda-feira (16), com o apoio de policiais militares na segurança dos usuários da ciclovia. A iniciativa, possível graças a execução da Atividade Delegada de Bicicleta, abrangerá toda a rota, com início na travessia da Dersa, na Barra Velha, até a Armação, numa extensão de 12km aproximadamente.

Esta ferramenta, é fruto do empenho do Poder Executivo que remeteu à Câmara Municipal projeto de Lei que ampliava investimentos na Atividade Delegada da Polícia Militar. Entre outras coisas, o projeto passou a disponibilizar vagas para esta modalidade de policiamento. “Nossa população, como qualquer outra, quer se sentir protegida, segura e trabalhamos incansavelmente neste sentido. Daí, nossos investimentos em segurança pública serem prioridades”, disse o prefeito Márcio Tenório, frisando que os mesmos “vão continuar de norte a sul do município”.

De acordo com ele, a medida tem por objetivo não somente reforçar a segurança dos usuários da ciclovia, como ainda contribuir para uma Ilhabela mais segura. “Contaremos com o patrulhamento da Polícia Militar, uma força que por si só já transmite uma imagem austera e que, obviamente, inibe possíveis ações criminosas”, comentou o chefe do Executivo.

Dentro da  Atividade Delegada de Bicicleta,  dois policiais militares farão, diariamente, o patrulhamento preventivo e repressivo da ciclovia promovendo maior sensação de segurança e a redução criminal, visto que esta diminuição está  relacionada a uma maior presença das ações policiais nos diferentes bairros do município.

Investimentos

Para se ter uma ideia da preocupação da atual Administração em proporcionar segurança aos moradores e visitantes, vale lembrar a criação do Departamento de Segurança Pública, um importante setor que define ações e atividades estratégicas junto com as Polícias Civil e Militar.

Isso, sem contar outros investimentos, a começar pela própria Atividade Delegada que proporciona um aumento no efetivo da Corporação bem como na remuneração, uma vez que os policiais militares recebem o valor de R$ 40,02 por hora trabalhada durante a Atividade Delegada, R$ 12,00 a mais que em anos anteriores, quando recebiam R$ 28,00. Um investimento anual de R$ 1.402.300,00.

Com o convênio da Atividade Delegada, o arquipélago passou a ter competência para investir em equipamentos para a Polícia Militar, como a aquisição de um etilômetro (R$ 8 mil), um decibelímetro (R$ 1 mil), quatro veículos 4×4 equipados com acessórios (R$ 480 mil) e duas motos também equipadas (R$ 46 mil).

Outro benefício, o Pró-Labore paga anualmente R$ 345 mil, no valor incidente a R$ 800,00 a cada policial militar efetivo local pela delegação da competência municipal de fiscalização de trânsito.

Já para manter o arquipélago seguro na alta temporada, a Administração investe, ainda, na Operação Verão. São mais de R$ 1,4 milhão previstos para dar subsídios na hospedagem e alimentação ao reforço da Polícia Militar na Operação Verão 2018.

Ainda foi criado um projeto com a finalidade de conceder gratificação especial aos policiais civis que estejam lotados e em serviço ao município.

Dessa forma, com a criação da Gratificação Especial, foi possível que policiais civis, em dias de folgas, passassem a trabalhar a favor dos moradores e dos visitantes que passam pelo arquipélago, deixando a cidade cada vez mais segura. O valor da gratificação mensal é de R$ 800.

Somando-se os convênios com as polícias civil e militar, o investimento mensal é de aproximadamente R$ 160 mil.

Tem mais

A Prefeitura ainda planeja a aquisição de uma embarcação de resgate para a Defesa Civil. No valor de R$ 525 mil, a embarcação será devidamente equipada com condições de navegações diante de adversidades climáticas para fornecer serviço emergencial independente do mau tempo.

Também estão previstos aquisições de equipamentos como motopoda, motosserra, EPI, entre outros.

Outro benefício importante para a segurança do arquipélago é o funcionamento do Centro de Controle Operacional. Trata-se de um investimento de mais de R$ 4,8 milhões previsto ainda para 2018.

Esse valor contempla instalação, manutenção e operação de 39 câmeras inteligentes, distribuídas estrategicamente pela cidade, que servirão de suporte para todos os órgãos de segurança pública.

PMI

Policiais militares patrulham diariamente, de bicicleta, todo o trecho graças à Atividade Delegada
Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons