Casal que matou menino de 3 anos em Cruzeiro é denunciado por Promotoria

Mãe e padrasto da vítima, Taís Albano e Mauro Aguiar confessaram crime

A Promotoria de Justiça de Cruzeiro, por meio do promotor de Justiça Lucas Mostaro de Oliveira, ofereceu denúncia, nesta segunda (4/2), contra Taís Aparecida Albano e Mauro Gleydson Lima Aguiar pelo homicídio de João Pedro Albano Ribeiro, de apenas 3 anos.

Mãe e padrasto confessaram o crime após alegarem inicialmente que a criança teria desaparecido enquanto dormiam.  Na noite do dia 18 de janeiro, a criança chorava reiteradamente, o que teria irritado Taís. A mãe, então, bateu no menino com um chinelo, fazendo-o chorar mais. Aguiar, também incomodado com o choro de João Pedro, passou a golpeá-lo com um cabo de vassoura repetidas vezes, matando-o.

Os dois, numa tentativa de ocultarem o crime, enterraram o corpo do menino próximo à rotatória que dá acesso à estrada da cidade de Passo Quatro, Minas Gerais. Taís, assim, informou à sua mãe que João Pedro teria sumido durante a noite, o que mobilizou moradores e policiais de Cruzeiro. No dia 20 de janeiro, o casal acabou por confessar o assassinato.

Ambos foram denunciados por homicídio qualificado por motivo fútil, emprego de meio cruel e sem possibilidade de defesa da vítima, agravado por ter sido cometido contra menor de 14 de anos, além de denunciados por ocultação de cadáver. No caso de Taís, há ainda o agravante de ter cometido o crime contra o próprio filho.

Ministério Público do Estado de São Paulo

Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons