Capital Cultural do Estado atrai multidão para as 24h de Virada SP

O fim de semana joseense foi marcado pela intensa programação cultural trazida pela Virada SP. Em 24 horas, ininterruptas, foram 62 atrações em 23 espaços distribuídos por todas as regiões da cidade, para não deixar ninguém de fora, independente de estilos e faixa etária.

Virada SP

A Virada SP é uma realização da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por meio do programa Juntos Pela Cultura, com execução da organização social Amigos da Arte, e da Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, e que cumpre com o plano de governo da atual administração municipal.

Do Mundo Bita, com mais de 2 bilhões de views em seus vídeos e 500 mil seguidores nas redes sociais fazendo sucesso entre os pequenos, ao Paulinho da Viola, um dos maiores nomes do samba e do choro do país, a Virada SP trouxe muitos outros ritmos, passando por rap, jazz, bossa nova, rock, heavy metal, samba, reggae jamaicano, étnicos, baladas, música pantaneira, erudita, incluindo atrações internacionais, apresentações de circo, teatro, cinema, stand up comedy, entre outras apresentações.

A população não só de São José dos Campos, como de toda a região, pôde matar a saudade do evento que não acontecia há três anos. Mas, para compensar, essa Virada SP veio mais encorpada, com programação bem mais variada, virando a noite e atendendo às expectativas do público diverso.

O evento contou com o apoio da GCM (Guarda Civil Municipal), Secretaria de Mobilidade Urbana, Urbam, Secretaria de Saúde, Departamento de Eventos Oficiais, Departamento de Fiscalização e Posturas, Secretaria de Manutenção da Cidade, Defesa Civil e Polícia Militar.

Reconhecimento estadual

Depois de ter participado do edital para trazer de volta a Virada SP para São José dos Campos, que não acontecia desde 2015, a cidade recebe do Governo do Estado a chancela de “Capital Cultural”. O reconhecimento é resultado dos investimentos da Prefeitura de São José dos Campos e da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, com uma política sólida nas áreas de formação, difusão e fomento. São José dos Campos concorreu com 60 municípios com mais de 150 mil habitantes.

Amigos da Arte

A Amigos da Arte é uma Organização Social (OS) de Cultura que trabalha em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada desde 2004. Música, literatura, dança, teatro, circo e atividades de artes integradas fazem parte da atuação da OS, que tem como objetivo difundir a produção cultural por meio de festivais, programas continuados e da gestão de equipamentos culturais públicos como o Teatro Sérgio Cardoso e o Museu da Diversidade Sexual, ambos na capital de São Paulo, e o Teatro Estadual de Araras. 

Foto:Rodolfo Moreira