Candidatos ao Pró-Trabalho são chamados para apresentarem documentação

A Prefeitura de São José dos Campos começou a convocar, nesta quarta-feira (9), as 4.572 pessoas que atenderam os critérios do programa Pró-Trabalho, para apresentar os documentos que comprovem os dados cadastrados na inscrição.
A apresentação dos documentos será nos dias 14, 15, 16 e 17 maio, no Estádio Martins Pereira, das 8h30 às 16h.
Os candidatos selecionados receberão SMS e e-mail da Prefeitura com os informações para apresentar os documentos originais necessários: RG, CPF, carteira de trabalho, comprovante de endereço e comprovante de renda familiar.
Programa
O Pró-Trabalho oferecerá até 2.000 vagas e será coordenado pelas secretarias de Inovação e Desenvolvimento Econômico e de Apoio Social ao Cidadão. Os participantes terão uma bolsa-auxílio qualificação no valor de R$ 1.000 por mês, por até um ano, renovável por igual período.
Segundo a lei 9.667/18 e o decreto 17.760/18 que regulamentam o programa, para participar é necessário:
– Ter perdido o emprego nos últimos 30 meses, anteriores à inscrição;
– Ter trabalhado, com registro em carteira de trabalho há no mínimo dois anos, de forma contínua ou intermitente;
– Ser morador do município de São José dos Campos, no mínimo há dois anos;
– Ser o único participante beneficiário da unidade familiar, neste Programa;
– Não ser beneficiário de seguro-desemprego, da Previdência Social Pública ou privada, ou de qualquer outro programa municipal de apoio financeiro;
– Ter renda per capita familiar inferior a um salário mínimo vigente do Estado de São Paulo;
– Ter idade mínima de dezoito anos.
Os participantes terão que fazer cursos de qualificação profissional nas áreas administrativa, serviços gerais internos e externos, de acordo com a área escolhida, com carga horária de até 8h semanais.
Vulnerabilidade Social
Conforme o decreto, as inscrições das pessoas em situação de vulnerabilidade social diferenciada, no Pró-Trabalho, deverão ser feitas pelas equipes técnicas dos Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREA´s) ou do Centro Pop, em ferramenta informatizada que auxiliará na identificação e classificação dos participantes.

Incentivo às empresas
As empresas sediadas no município que desejarem participar do Programa, contratando os beneficiários como empregados, poderão fazer parceria com a Prefeitura. Conforme o programa, a empresa contratante terá reembolso de metade do valor do salário pago ao bolsista até o limite de R$ 500 mensais pelo período de três meses.

Pró-Trabalho – Foto: Divulgação
Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons