Campos do Jordão celebra a temporada de Pinhão

Imponente, o pinheiro Araucária emoldura a paisagem de Campos do Jordão. As pinhas que caem das copas completam a pintura na época do outono. Contudo, além de belo, o espetáculo da natureza também é fonte de renda para inúmeras famílias, que vendem o pinhão às margens da avenida que corta a cidade.

Os preços da semente variam entre 5 e 15 reais. O valor é definido de acordo com a quantidade, mas a satisfação de poder levar para casa a iguaria não dá para precificar. Não precisa ser nenhum expert na cozinha para saborear essa amêndoa típica da Mantiqueira, uma delícia que ganhamos de graça todos os anos.

As variações do pinhão

Cozido ou assado são as formas mais tradicionais de preparo do pinhão, mas quando a criatividade flui surgem pratos variados com sabores únicos. Em Campos do Jordão a busca por novas receitas é característica típica dos chefs, que sabem como ninguém trabalhar os produtos regionais. “Os turistas acham espetacular, ficam curiosos e querem experimentar”, conta Anderson Cesar, chef do Restaurante Dona Chica e autor de diversos pratos à base do ingrediente.

As ideias aliadas à técnica deram origem às receitas exclusivas. Brigadeiro de capim santo com crumble de pinhão, picadinho de carne de sereno com pinhão, mini arroz com coração de frango e pinhão, paella da montanha com truta e pinhão, são algumas sugestões. O pernil e pinhão ao molho Stout com purê de abóbora cabotiá conquistou o Prêmio Sabor São Paulo como um dos melhores pratos do Estado.

Confira a receita:

Pernil e Pinhão ao molho Stout com Purê de Abóbora Cabotiá

3kg de pernil suíno (preferencialmente porcellino)

1kg de pinhão cozido

2 litros de Cerveja GARD – Russian Imperial Stout

800g de tomate tipo italiano

50g de pimenta biquinho

4 unidades de limão cravo

20g de broto de alfafa

3 folhas de Louro

Pimenta do reino (a gosto)

200g de cebola

80g de alho

Sal (a gosto)

 

Purê de abóbora

Ingredientes

2 unidades de abóbora cabotiá

80ml de azeite

50g de Manteiga

Flor de sal (a gosto)

Noz moscada (a gosto)

 

Modo de preparo

Marine o pernil por 12 horas com a cerveja, o limão cravo, o louro, as 100g de cebola, as 40g de alho, o sal e a pimenta do reino.

Após marinar, asse o pernil em forno 180ºC por 2 horas em papel alumínio. Após esse período, retire o papel alumínio e deixe dourar a carne.

Refogue em panela de pressão o restante do alho, cebola e 400g tomate italiano. Acrescente o pernil já assado e cozinhe em pressão por 25 minutos. Em seguida desfie e refogue o pernil com o pinhão e o restante do tomate italiano. Acrescente o caldo da deglaçagem finalizando com salsa e cebolinha. Decore com pimenta biquinho, alho assado e broto de alfafa. Sirva com o purê de abóbora.

 

O impacto do pinhão na gastronomia

“O gosto adocicado do pinhão quebra a acidez dos temperos proporcionando uma experiência indescritível”, explica o chef Jeferson Santos sobre os pratos que ele mesmo criou para os restaurantes Pennacchi e Toribinha, ambos no Hotel Toriba, em Campos do Jordão. Coube ao chef transformar o pinhão no principal ingrediente de receitas únicas. São combinações que causam impacto pela simplicidade e ao mesmo tempo pela sofisticação.

Jeferson elaborou receitas variadas, que agradam todos os paladares. Gosta de massa? Então o Ravioli de Zuca ao molho de manteiga clarificada e pinhão não pode passar despercebido na sua visita a Campos do Jordão. Confira a receita:

 

Raviole de Zucca ao molho de manteiga clarificada e pinhão

 Massa

Ingredientes

100 gr de trigo

40 gr de ovo

Sal a gosto

10 ml de azeite.

 

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes até ficar uma massa homogenia.

Embrulhe em um plástico filme e reserve na geladeira por cerca de 30 minutos.

Em seguida abra a massa com um rolo deixando-a bem fina. Utilize uma forma de ravióli para facilitar o serviço.

 

Recheio

Ingredientes

100 gr de abobora japonesa descascada

Sal a gosto

Pimenta do reino a gosto

10 gr de cebola

10 ml de cachaça

 

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes em uma panela e cubra com água. Deixe cozinhar por volta de 20 minutos ou até que a abobora fique bem macia. Passe tudo por uma peneira forçando com uma colher.

 

Montagem

Pegue a massa, já aberta com o rolo, e coloque o recheio de abóbora em cima da massa, em seguida coloque mais uma camada da massa sobre o recheio. Com a ajuda de um rolo passe por cima. Cozinhe a massa por 5 minutos em água quente e reserve.

 

Molho

Ingredientes

100 gr de manteiga clarificada

80 gr de pinhão cozido descascado e laminado

 

Modo de Preparo

Aqueça a manteiga e coloque o pinhão. Frite um pouco a semente. Em seguida, coloque a massa já cozida e deixe dourar um pouco.

 

40 dias em 12 meses

Jeferson já colheu nas imediações do hotel Toriba cerca de 800 kg de pinhão. A semente só é encontrada fresca durante 40 dias, mas é possível prolongar a sua vida útil. A técnica é bem simples. Depois de cozinhar todo o volume, cerca de 40% é conservado em álcool de cereal, vinho branco, açúcar e sal. Os 60% restantes o chef congela. Assim ele garante a iguaria presente no cardápio o ano inteiro.

Essa é a razão pela qual sempre tem alguém vendendo pinhão na cidade. Não importa a época, ele pode ser encontrado de janeiro a janeiro. Mas fica aqui uma dica: dê preferência ao outono que é o período de maior oferta.

 

Para mais informações, acesse @amecampos.