Cadastramento arbóreo já identificou 9 mil árvores

A Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade, da Prefeitura de São José dos Campos, prossegue com o cadastramento do patrimônio arbóreo público existente em calçadas, canteiros, praças e áreas verdes da cidade.

Um total de 9 mil árvores já recebeu placas de identificação QRCode, que podem ser acessadas no site da Prefeitura, onde estão disponibilizadas as informações de cada árvore, como: nome popular, nome científico, altura, diâmetro, coordenadas de localização e fotografias.

Programa Arboriza São José

O cadastramento teve início em agosto do ano passado e visa identificar cerca de 80 mil árvores. A iniciativa faz parte do programa Arboriza São José.

O cadastramento de cada árvore é oficializado com a colocação de uma placa de identificação com numeração específica e o sistema de QRCode, que pode ser lido por dispositivos móveis, como celulares e tablets com acesso à internet.

Muitas árvores já contam com o cadastramento, com dados disponíveis para os técnicos da Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade e à própria população.

QRCode

Um total de 9 mil árvores já tinham recebido placas de identificação QRCode, que podem ser acessadas diretamente no site da Prefeitura, onde estão disponibilizadas as informações de cada árvore, como: nome popular, nome científico, altura, diâmetro, coordenadas de localização e fotografias.

A fixação das placas é feita com cabo de aço e prensa metálica, que são monitoradas para que não haja danos aos vegetais. Algumas placas, inclusive, estão sendo substituídas por novas, para não prejudicarem as árvores.

Arborização

A identificação das árvores integra o Plano Municipal de Arborização Urbana, que é o principal instrumento para o planejamento e gestão da arborização urbana do município.

O documento traz as diretrizes para implementar a arborização na cidade, indicando, por exemplo, as espécies mais adequadas para plantio nas áreas públicas e metas para ampliar a arborização em vias públicas dos bairros.

Arbóreo

A arborização nos bairros é outro tema do Plano de extrema importância para o equilíbrio ambiental na cidade. Elas oferecem sombra, conforto térmico, melhoria na qualidade do ar, interceptação e drenagem da água da chuva, conservação da umidade e redução da poluição sonora, além de embelezar e valorizar o espaço. O Programa Arboriza São José foi criado em 2019.

Premiação

São José dos Campos integra o trio das primeiras cidades brasileiras homenageadas com o reconhecimento de Tree Cities of the World, oferecido pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e pela Fundação Arbor Day.

Ao lado de São Carlos (SP) e Campo Grande (MS), São José figura entre as primeiras do mundo a serem reconhecidas por seu compromisso com o manejo florestal urbano, avaliadas entre 163 cidades em 69 diferentes países

O programa Tree Cities of the World é uma parceria da FAO e da Fundação Arbor Day, que começou em 2019 e já reconhece cidades em 17 países. 

O conhecimento do patrimônio arbóreo possibilita:

Planejar o manejo das árvores de forma a garantir que recebam os melhores serviços para sua conservação, mais segurança e minimização de riscos.
Realizar um planejamento mais duradouro, de curto, médio e longo prazo.
Proporcionar a requalificação das espécies arbóreas compatíveis com a realidade da cidade.
Aumentar a diversidade de espécies para atenuar possíveis problemas com ataques de patógenos e garantir suporte à fauna que vive em ambientes urbanos.

Mais informações
www.sjc.sp.gov.br/secretarias/urbanismo-e-sustentabilidade

Muitas árvores já contam com o cadastramento QRCode em São José – Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Instagram