Brasil começa planejamento para a Década da Ciência Oceânica

Começa hoje (19) uma agenda de eventos em todas as regiões do Brasil para discutir o Plano Nacional para a Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável, proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU), que vai executar ações a favor do ecossistema marinho-costeiro a serem efetuadas no período de 2021 a 2030.

Até o final do ano, o plano será construído de forma colaborativa, contando com o engajamento de diferentes setores da sociedade. O objetivo da ONU é que todos os países se envolvam nas ações, conscientizando a população global sobre a importância dos oceanos e mobilizando atores públicos, privados e a sociedade civil organizada para garantir a saúde e a sustentabilidade dos mares.

As discussões no Brasil começaram no ano passado e agora serão feitas online, com uma série de webnários. Às 9h30 ocorre o primeiro deles, com o nome de “Onde estamos?”, no qual serão apresentados o atual estado do Planejamento Global, os resultados do Workshop Regional do Atlântico Sul e o panorama do mapeamento de indivíduos, instituições e informações obtidos na etapa pré-evento. As inscrições devem ser feitas pelo site.

Década da Ciência Oceânica

Em dezembro será feito o segundo webinário nacional, “O que temos e para onde vamos”, que vai apresentar os resultados dos encontros regionais. A Década do Oceano pretende alcançar sete resultados: oceano limpo; saudável e resiliente; previsível; seguro; sustentável e produtivo; transparente e acessível; e conhecido e valorizado por todos.


Foto:© Arquivo/Agência Brasil

Agência Brasil

Instagram