Bondinho Pão de Açúcar é um dos cartões postais mais visitados do Brasil e do mundo

Primeiro teleférico do Brasil e terceiro do mundo, o Bondinho chega aos 106 anos com uma oferta de experiências inesquecíveis, além da vista completa do Rio de Janeiro

Todos os anos, cerca de 1,5 milhão de visitantes passam pelas estações do Bondinho Pão de Açúcar, no bairro da Urca, com destino a um dos cartões postais mais visitados do país e do mundo. O passeio de teleférico por si só já valeria a viagem, mas o complexo turístico oferece um variado conjunto de atrativos, o que torna a experiência do visitante muito mais completa e inesquecível.

O Bondinho Pão de Açúcar foi o primeiro teleférico a ser implantado no Brasil e o terceiro do mundo. O trecho inicial liga a Praia Vermelha ao Morro da Urca, numa extensão de 528 metros a 227 metros de altura. Outros 750 metros separam o Morro da Urca do Pão de Açúcar, sendo o ponto mais alto 396 metros acima do nível do mar. Com 106 anos de história e funcionamento, o Bondinho Pão de Açúcar já recebeu mais de 46 milhões de visitantes.

ESTAÇÃO MORRO DA URCA

No primeiro desembarque, o visitante chega à Praça dos Bondes, local onde estão expostos bondinhos de gerações anteriores, de 1912 e 1972. Além dos antigos teleféricos, o público pode conferir duas esculturas de bronze, em tamanho real, dos responsáveis pela idealização e implantação de cada um deles, Augusto Ferreira Ramos e o engenheiro Cristóvão Leite de Castro. À direita está a Via Verde, caminho suspenso que circunda uma das faces do Morro da Urca e é um excelente ponto de observação da fauna e da flora locais.

Seguindo em direção à estação que leva ao Pão de Açúcar, o visitante encontra o Anfiteatro, espaço onde acontecem, ao longo do ano, eventos para todos os públicos. E o Museu Cocuruto. Por lá é possível fazer uma viagem ao passado. Toda a trajetória do Bondinho Pão de Açúcar é contada de forma interativa em uma fusão entre história e modernidade. O museu é aberto a todos os visitantes.

No Morro da Urca também há opções de loja, bares e lanchonetes, além de um serviço de voos de helicóptero oferecido por empresa terceirizada.

ESTAÇÃO PÃO DE AÇÚCAR

A 396 metros acima do nível do mar, no segundo desembarque, o Bondinho oferece uma vista 360 graus ainda mais deslumbrante do Rio de Janeiro, onde é possível contabilizar mais de 20 praias do Rio e de Niterói.  Além da orla da Zona Sul, é possível contemplar a Pedra da Gávea, o Maciço da Tijuca e o Corcovado, com a imagem do Cristo Redentor. De lá, que é o ponto mais alto do passeio, também tem-se uma visão impressionante da Baía de Guanabara, da Enseada de Botafogo, do Centro da cidade, do Aeroporto Santos Dumont, do bairro da Ilha do Governador, de Niterói e, ao fundo a Serra do Mar, com o pico do Dedo de Deus, em dias de boa visibilidade.

Para dar mais conforto aos visitantes, esta parte do complexo passou recentemente por reformas. Entre os espaços que valem uma parada estão o Mirante Copacabana, de onde é possível apreciar as orlas do Leme e de Copacabana. Para os admiradores da natureza, um passeio pelo bosque pode ser uma oportunidade de ver espécies nativas de Mata Atlântica, entre elas, lindas bromélias. O local também possui opções de lojas e restaurantes, para completar a experiência do visitante.

PROGRAMAÇÃO E PASSEIOS

Para relembrar um pouco da história do Bondinho e mostrar as curiosidades dos seus bastidores, o complexo turístico oferece aos visitantes três visitas guiadas. O Tour Histórico é um passeio à história e curiosidades do Rio de Janeiro e apresenta detalhes e os desafios que envolveram a construção do teleférico. No Tour Bastidores, o visitante tem acesso ao backstage de toda estrutura do complexo e conhece seu maquinário. Já no Tour Ecológico, o público tem a chance de aprender sobre a relevância da fauna e flora do parque para o ecossistema, além de conhecer os projetos de conservação ambiental e iniciativas sustentáveis desenvolvidos pelo Bondinho. Os passeios são bilíngues (português/inglês), com 1h de duração.

O complexo turístico tem ainda duas outras experiências para tornar o passeio mais exclusivo e confortável: o Bonde Exclusivo e o Bilhete Dourado. Com o primeiro serviço, voltado para grupos fechados, os visitantes tem exclusividade no transporte e na visitação. Já com o segundo, é possível usar o lounge VIP e embarcar com prioridade em todas as estações, além de ganhar um brinde surpresa de boas vindas.

SUSTENTABILIDADE E MEIO AMBIENTE

Situada em uma importante área de conservação ambiental e entre duas montanhas cobertas pela Mata Atlântica, a empresa leva a sério as ações de sustentabilidade e preservação. Em 2018, o Bondinho Pão de Açúcar recebeu a renovação do Rótulo Ecológico Selo Verde, da ABNT e se manteve como única atração turística na América Latina a obter o título. A empresa realiza diversas iniciativas, como, por exemplo, a gestão de seus resíduos. Através de práticas sustentáveis, o Bondinho Pão de Açúcar transforma seus resíduos sólidos em matéria prima e adubo.  Em 2017, 60 toneladas de resíduos foram destinadas para a compostagem.

O adubo produzido é utilizado para enriquecimento da flora dos morros da Urca e do Pão de Açúcar e também doado para a horta orgânica da escola pública localizada aos pés do Morro da Urca. Essa central de resíduos também destinou 25 toneladas de material reciclado, que foram encaminhados para a indústria.

No que se refere à energia, os teleféricos utilizam um sistema regenerativo, são movidos à energia elétrica e têm baixa emissão de carbono. Além disso, se tornam ecoeficientes ao fim do dia. Quando os visitantes estão indo embora e os bondes descem mais pesados do que os que sobem, eles chegam a gerar energia. Para o funcionamento do complexo turístico, são utilizados 42 painéis solares fotovoltaicos, que geram até dois mil Kw/h por mês.

A empresa desenvolve também um importante trabalho de conservação e recuperação da pista Claudio Coutinho e a Trilha do Morro da Urca e. É  responsável ainda pela adoção de 38 mil m² de áreas verdes da Unidade de Conservação do Pão de Açúcar. Em uma parceria público privada, o Bondinho Pão de Açúcar realiza um trabalho de recuperação da biodiversidade, através do manejo das espécies exóticas e reintrodução das espécies nativas da Mata Atlântica.

EDUCA BONDINHO

O projeto educativo-socioambiental Educa Bondinho recebe turmas da educação infantil ao ensino médio de escolas públicas e particulares e transforma o Bondinho Pão de Açúcar em uma sala de aula ao ar livre.  O programa estimula os alunos de forma divertida, com temas ligados a Ciências, Biologia, Geografia e História. E vai além da educação ambiental, oferecendo a oportunidade de escolas e professores trabalharem um método educativo de vivência.

O programa já atendeu mais de 800 escolas e 35 mil alunos e professores desde 2015. E recebe, diariamente, escolas públicas e particulares. O Educa Bondinho já soma mais de 800 escolas atendidas, de 60 cidades diferentes e já recebeu, inclusive, visitas internacionais. O Educa é também um projeto de inclusão social e já recebeu mais de 200 alunos com deficiência.

Durante a experiência, os monitores estimulam os alunos a partir de vários aspectos da fauna e flora da Mata Atlântica. Também abordam temas como a poluição da Baía de Guanabara, urbanização, conservação de áreas verdes e energia renovável. A visita trabalha ainda questões históricas e geográficas, como a fundação da cidade e a paisagem carioca.

Para o projeto, foram criadas quatro cartilhas, com conteúdo voltado para alunos do ensino infantil, fundamental I, fundamental II e médio, que ajudam a consolidar o aprendizado adquirido durante a visita. As cartilhas estão disponíveis para download no site do Bondinho.

BONDINHO DAS CRIANÇAS

Além do Educa Bondinho, as crianças viram protagonistas da programação do fim de semana. Todos os sábados, entre 11h e 13h, o complexo turístico recebe o Bondinho das Crianças, no Morro da Urca. Todos os meses a atração, comandada pelo Circo Macaco Prego, é customizada com um tema diferente, garantindo a diversão da criançada e de toda família.

Pensados de acordo com as épocas do ano, os temas escolhidos também estão relacionados à aprendizagem e buscam trazer curiosidades sobre a cultura brasileira, música e meio-ambiente. O evento é aberto aos visitantes do complexo.

ACESSIBILIDADE

Como espaço de inclusão e preservação, todo o complexo do Bondinho Pão de Açúcar é totalmente acessível para deficientes físicos e pessoas com mobilidade reduzida. Elevadores conduzem os visitantes especiais para todos os mirantes e rampas, a banheiros também adaptados. Recentemente, foi inaugurado o Plano Inclinado, mais uma inovação em acessibilidade. E, em 2017, a atração recebeu cerca de 4 mil visitantes portadores de alguma necessidade especial, sendo plenamente atendidos.

Foto:Rodolfo Moreira

HISTÓRIA DO BONDINHO

Inaugurado em 27 de outubro de 1912, o Bondinho Pão de Açúcar inseriu o Rio de Janeiro no roteiro das grandes atrações turísticas mundiais. O segundo trecho, que liga o Morro da Urca ao Pão de Açúcar, entrou em funcionamento poucos meses depois, em 18 de janeiro de 1913. Hoje, a travessia já faz parte da paisagem da cidade e é uma de suas imagens mais icônicas. Além disso, o badalado Morro da Urca, que recebe diversos eventos, representa o espírito divertido do carioca.

De 1911 a 1934, Augusto Ramos dirigiu a empresa. Em 1934, o industrial e banqueiro Carlos Pinto Monteiro assumiu a administração da Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar, dirigindo-a durante 28 anos. Em 1962, o engenheiro Cristóvão Leite de Castro assumiu a direção da empresa, da qual foi diretor-presidente até 1993, quando passou o cargo para sua filha, Maria Ercília Leite de Castro. Cristóvão foi o responsável pela modernização das estações e pelo investimento na implementação do novo sistema do teleférico, tendo atuado como consultor e conselheiro até 1999.

Albert Einstein, um dos visitantes ilustres do cartão-postal do Rio, descreveu o passeio como uma “viagem vertiginosa sobre floresta selvagem em cabo de aço. Em cima, um magnífico jogo de alternância de neblina e sol”.

Imortalizado no cinema, na literatura, na música, o bondinho foi cenário do filme “007 Contra o Foguete da Morte”, de 1979, o agente secreto britânico James Bond (interpretado pelo ator Roger Moore) derrota seu famoso inimigo Dentes de Aço. Em uma das sequências mais eletrizantes do longa, James Bond se equilibra nos cabos de aço a mais de 500 metros de altura.

De cenário de filme Hollywoodiano, a palco para memoráveis viradas de ano e bailes de carnaval, o bondinho do Rio coleciona histórias divertidas e curiosas.  Desde a década de 40, o Morro da Urca era um ponto de encontro e de muita música. Foi no tradicional palco do Morro da Urca que Cazuza fez seu primeiro show. Em 1978, Tim Maia protagonizou uma história engraçada no bondinho do Rio. Com medo de altura, o síndico fez de tudo para não subir de bondinho e pediu seu cachê em moedas. O pedido acabou sendo atendido e Tim fez um show memorável no Morro da Urca.

VISITANTES ILUSTRES

Além de Einstein, muitos visitantes ilustres já passearam no teleférico. Nomes como Bob Marley, John Kennedy, Tina Turner, Robert de Niro, príncipe Harry e, mais recentemente, Natalie Portman e Malala apreciaram a inesquecível vista do Rio.

MORRA DA URCA E DA MÚSICA

O primeiro espaço de shows do Morro da Urca recebeu o nome de Concha Verde em 1977 e recebeu artistas como Gal Gosta, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Ney Matogrosso. No ano seguinte, a discoteca subiu o morro. Com Dancin’ Days, o local marcou época com atrações como Frenéticas e DJ Dom Pepe. E entre 1977 e 1987, era um baile nas alturas que abria o carnaval carioca. O evento acontecia a céu aberto e por dez anos consecutivos, apesar da insegurança quanto ao tempo, a chuva não apareceu.

Ano após ano, o público subia de bondinho e no Anfiteatro do Morro da Urca viu surgir grandes nomes da MPB e do rock nacional, como Cazuza, Paralamas do Sucesso e RPM. E também passaram por lá atrações internacionais, como Bob Marley, Rod Stewart e Elton John. Desde o Concha Verde, o tradicional palco do Morro da Urca recebeu eventos como o Noites Cariocas e até hoje é um polo de entretenimento na cidade, sediando diversos festivais de música.

PLATAFORMA DE MÍDIA E ENTRETENIMENTO

Com suas vistas exuberantes do Rio, o Bondinho Pão de Açúcar é um verdadeiro camarote da cidade. E vai além de um cartão-postal. Totalmente acessível e modernizado, o complexo turístico possui infraestrutura para receber eventos de todo porte. E apresenta uma atmosfera que torna qualquer evento único e especial.

Além do potencial turístico, cultural e de entretenimento, oferece diversas possibilidades de ações de mídia, dando visibilidade às marcas parceiras. Inspirados pela experiência de estarem em local privilegiado, os visitantes são impactados da melhor maneira pelas oportunidades de mídia e ativação de marca.

SÍMBOLO DE ESPORTES RADICAIS

A construção das estações e a instalação do teleférico teve início em 1909 e só foi possível por conta do montanhismo, já que, naquela época, todo o material  era levado por operários.

Até hoje, o Pão de Açúcar é um dos morros mais escalados do Brasil. E a primeira pessoa a realizar tal façanha foi uma mulher, a inglesa Henrietta Carstairs, em 1817. Desde então, o conjunto de morros continua sendo um paraíso para os aventureiros. Em 1977, o equilibrista americano Steven McPeak fez a travessia entre o Morro da Urca e o Pão de Açúcar caminhando pelo cabo do teleférico. Em 1967, os irmãos motociclistas e malabaristas alemães Brueder também percorreram os cabos, um montado em uma moto e o outro pendurado, fazendo o contrapeso.

Bondinho Pão de Açúcar

Endereço: Avenida Pasteur 520 – Urca – Rio de Janeiro

Telefone: (21) 2546-8433

Horário de funcionamento: das 8h às 21h, com encerramento da bilheteria às 19h50.

www.bondinho.com.br

PREÇOS:

Bilhete Bondinho

Valor dos Ingressos:

Bilheteria Local

Inteira – R$ 116,00

Meia – R$ 58,00

Autoatendimento e site oficial

Inteira – R$ 104,40

Meia – R$ 52,20

Carioca Maravilha (para moradores e nascidos no Rio de Janeiro)

Valor dos Ingressos:

Bilheteria física

Adultos – R$ 58,00
Crianças de 6 a 12 anos – R$ 29,00

Autoatendimento e site oficial

Adultos – R$ 52,50

Crianças de 6 a 12 anos – R$ 26,10

Bilhete Dourado

Valor dos Ingressos:

Bilheteria física

Inteira – R$ 205,00

Meia – R$ 102,00

Autoatendimento e site oficial

Inteira – R$ 185,00

Meia – R$ 92,00

Tour Bastidores

Valor dos Ingressos:

Bilheteria física

Inteira – R$ 175,00

Meia – R$ 86,00

Autoatendimento e site oficial

Inteira – R$ 157,50

Meia – R$ 77,40

Tour Histórico

Valor dos Ingressos:

Bilheteria física

Inteira – R$ 175,00

Meia – R$ 86,00

Autoatendimento e site oficial

Inteira – R$ 157,50

Meia – R$ 77,40

Tour Ecológico

Bilheteria física

Inteira – R$ 220,00

Meia – R$ 110,00

Autoatendimento e site oficial

Inteira – R$ 198,00

Meia – R$ 99,00