AZUL E EMBRATUR ALINHAM CRIAÇÃO DE VOO BUENOS AIRES-RECIFE

2,4 milhões de visitantes e US$ 1,625 bilhão injetados na economia brasileira. Esse é o perfil do turista argentino que veio ao Brasil em 2018. O país vizinho é o principal emissor de visitantes estrangeiros ao nosso país e estes números devem continuar a crescer nos próximos anos. Ciente da demanda, a Azul Linhas Aéreas e Embratur se reuniram em Buenos Aires, esse domingo (6), e debateram a possibilidade de um voo que ligue a Argentina ao Nordeste brasileiro.

Azul Linhas Aéreas & Embratur

“Vemos uma fidelidade importante do público argentino com o Brasil. Porém, esta movimentação ainda não chega ao Nordeste e estudos internos apontam que há demanda para as águas quentes brasileiras. Com a crise, muitos argentinos que viajavam para o Caribe, por exemplo, buscarão a costa brasileira como destino”, explicou Gilson Machado Neto, presidente da Embratur. 

Azul

Desde 2017 a Azul voa para território argentino. Atualmente, possui 4 voos diários para o aeroporto internacional de Ezeiza (Buenos Aires). Recife, capital de Pernambuco, seria o destino deste novo voo. Em média, o turista argentino fica 11 dias no Brasil e gastam US$ 620. Participaram da reunião os executivos da Azul Fábian Lombardo e Pablo Damigella, que confirmaram que a empresa irá trabalhar o voo.

“Seria definitivamente um grande atrativo ao turismo brasileiro. Mais empregos e mais renda para o nosso país e os Estados do Nordeste”, concluiu Gilson Machado.

FIT Argentina

A reunião ocorreu no estande brasileiro, organizado pela Embratur, na maior feira de turismo internacional da América Latina, a FIT Argentina. O evento possui representantes de mais 50 países e a objetivo é promover o turismo e demonstrar o potencial econômico do setor no mundo.

Representantes da Azul Linhas Aéreas e o presidente da Embratur em reunião na Argentina