Aumento de estudantes que desejam estudar no exterior gera demanda por cursos preparatórios para Enem americano

Colégio Anglo criou curso preparatório para ajudar os estudantes interessados em prestar o SAT (Scholastic Aptitude Test ou Scholastic Assessment Test), que funciona como um ENEM americano

 

A cada ano aumenta o número de estudantes interessados em fazer uma graduação no exterior, mas ainda faltam muitas informações para os estudantes sobre como se preparar e como conquistar uma vaga nas universidades estrangeiras.

Para os interessados em estudar nos Estados Unidos ou Canadá, uma das formas de admissão é realizar o exame SAT (Scholastic Aptitude Test ou Scholastic Assessment Test), que funciona como um ENEM americano. Ele é um dos exames mais comuns nos EUA para avaliação dos estudantes para a admissão em uma graduação e é dividido em SAT Reasoning Test e SAT Subjective Test. Esses testes são aplicados no Brasil várias vezes ao ano e exigem preparação específica.

Para prestar apoio e oferecer um serviço diferenciado para os alunos que querem estudar nos países onde o SAT é a porta de acesso para as universidades, o Colégio Anglo Cassiano Ricardo de Ensino Médio de São José dos Campos criou um curso preparatório específico para esta prova, o único na região do Vale do Paraíba. As aulas terão início no dia 01 de fevereiro de 2019. Podem se inscrever para participar alunos do Anglo ou de outras instituições de ensino que tenham no mínimo conhecimentos intermediários de língua inglesa. Os interessados em obter mais informações podem participar da palestra informativa que acontece no dia 29/01 às 19h, basta se inscrever no site http://www.anglocassianoricardo.com.br/formulario/reuniaoinformativa_sat/index.php.

O SAT é uma prova dividida em três partes: Interpretação de Texto/Escrita; Matemática e Redação (opcional).O curso preparatório do Anglo irá abordar conteúdos de inglês e matemática cobrados no exame,  revisará pontos cruciais exigidos no teste de matemática, mas, principalmente, focará na capacidade de interpretação e solução rápida por meio da apresentação dos vocábulos mais comuns para identificar palavras-chave e entender os enunciados, bem como  por meio de técnicas que auxiliam na melhora da compreensão de texto e eliminação de respostas erradas.

“Como o tempo é muito importante no SAT, familiarizar-se com a prova, assim como nos vestibulares brasileiros, é uma questão muito importante, por isso, ao fazer o curso que contará também com provas simuladas, o estudante aumenta a probabilidade de melhorar o rendimento”, destaca a diretora do Colégio Anglo, Mônica Yumi Kukita Gonçalves.

 

Apoio para os alunos que querem estudar no exterior

Além de oferecer o curso preparatório para o SAT, para auxiliar os alunos interessados em fazer a graduação no exterior, o Anglo promove feiras de universidades estrangeiras e oferece, em parceria com a University of Missouri, o Anglo High School, um programa que permite aos alunos estudarem disciplinas do currículo de Ensino Médio americano (High School), paralelamente às disciplinas do currículo brasileiro e ao completar os créditos do programa receber dois diplomas oficiais — um brasileiro e um americano.

“Cursar a High School ajuda os alunos interessados em fazer a graduação no exterior, pois a melhora linguística é muito significativa, além de outras habilidades que são trabalhadas e valorizadas no exterior, como oratória e redação para pensamento crítico, o que facilita na hora de realizar os applications para as universidades estrangeiras”, afirma Denise Ormond, coordenadora da High School do Colégio Anglo Cassiano Ricardo de São José dos Campos.

O resultado do trabalho feito pelo colégio para instruir os alunos sobre a possibilidade de fazer graduação no exterior e até mesmo de prepará-los é que anualmente a escola tem alunos admitidos em universidades em outros países. Em 2018, quatro jovens que estudaram no Anglo foram aceitos em universidades no exterior.

 

Os números da educação internacional 

Uma pesquisa da Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio (Belta) revelou que o mercado brasileiro de educação internacional cresceu 23% em 2017, e alcançou a marca inédita de 302 mil estudantes. No total, o brasileiro movimentou entre 2,7 e 3 bilhões de dólares em programas educacionais no ano passado e, pela primeira vez, os programas de mestrado e doutorado apareceram entre os 10 mais procurados, mesmo com a queda do investimento público em bolsas de estudo. A demanda por cursos de graduação e certificados profissionais também aumentou, ao mesmo tempo que programas de ensino médio perderam força.

 

Sobre o High School do Anglo – o programa tem seu foco no desenvolvimento de habilidades avançadas de escrita, leitura, fala e escuta, orientadas para a geração de credibilidade através da argumentação. A sólida formação no currículo internacional oficial permite ao aluno, no futuro imediato, trânsito em situações acadêmicas e profissionais avançadas: congressos, seminários, rodadas de negociação, cursos de especialização, mestrado, doutorado, bem como oportunidades profissionais em empresas multinacionais localizadas no Brasil ou fora dele. O diploma oficial de High School, emitido por uma conceituada universidade americana, endossa e certifica o rigor dos resultados alcançados pelo aluno ao longo do currículo.