Associação impulsiona Enoturismo uruguaio no Brasil em conjunto a outros órgãos do país

“Los Caminos del Vino” foi criado para consolidar o turismo do vinho no Uruguai e atualmente dá voz a diversas vinícolas

 

 

 Criada em 2005, “Los Caminos del Vino” surgiu para unificar e consolidar o mercado do turismo de vinho no Uruguai. Fortalecer o setor vinícola e posicionar seus produtos de alta qualidade são os objetivos da associação, sendo no mercado interno quanto no internacional criando assim uma imagem de país produtor e exportador de vinhos finos.

Hoje, aproximadamente 20% dos turistas brasileiros realizam visitas às vinícolas localizadas em Canelones, Maldonado, Montevidéu e Rivera. Desde o surgimento da associação e oficialização da atividade no país o aumento das visitas às vinícolas se mantem em crescimento, e muito desse resultado aconteceu devido o apoio da associação, que impulsionou junto à órgãos públicos o Enoturismo.

O país possui uma infinita programação que envolve as vinícolas e o setor vitivinícola, que recebem turistas os 365 dias do ano, mas existem datas que se destacam, o Festival da Vindima em fevereiro, o Festival do Tannat e do Cordeiro em junho, Noite de San Juan em junho, Festival da Poda em agosto e o Dia do Enoturismo em novembro. Vale a pena conferir. Toda a comunicação e divulgação desses eventos é realizada pela instituição.

“Quando organizamos uma associação, somamos força para potencializar um setor que é promissor no país”, diz Paula Pivel, presidente de “Los Caminos del Vino”. Reconhecimento, apoio institucional das prefeituras, do Instituto do Vinho (INAVI) e Ministério do Turismo do país, bem como a divulgação em eventos e feiras internacionais, foram algumas das conquistas e benefícios dessa associação às vinícolas.

Para o turista, a criação de uma associação é importante para que todas as informações estejam centralizadas em um só site, www.loscaminosdelvino.com.uy. A futuro querem integrar a organização novos associados, e criar novas alianças com outros atores da atividade turística.