Arquiteto português é premiado na Bienal de Veneza por projeto no Alentejo

O Alentejo, maior região de Portugal, tem atraído cada vez mais turistas com sua oferta hoteleira diferenciada e de qualidade. Por lá, é comum encontrar verdadeiros tesouros arquitetônicos, antigos castelos e propriedades de séculos passados restaurados com muito charme e requinte para receber os hóspedes com conforto.

Foi isso que o arquiteto Eduardo Souto de Moura realizou na Herdade de São Lourenço do Barrocal, nos arredores de Monsaraz. Na última semana, o projeto dele recebeu um Leão de Ouro na Bienal de Arquitetura de Veneza e foi elogiado por mostrar a relação essencial entre arquitetura, tempo e lugar.

Com a visão de Souto, a antiga fazenda, pertencente à mesma família há mais de 200 anos, foi transformada em um hotel único e aconchegante, mas despretensioso, em meio a vinhas, azinheiras e oliveiras centenárias. O conceito simples valorizou a arquitetura popular, evidenciou a história da propriedade, respeitou o ecossistema local e explorou os materiais originais das construções, o que contrasta com o cenário de um evento como a Bienal de Veneza, que costuma ter muitos expoentes contemporâneos e até futuristas.

Além do Leão de Ouro, Souto é um dos únicos arquitetos portugueses detentores do prestigiado prêmio Pritzker, considerado o mais importante do setor. Junto a ele há apenas Álvaro Siza Vieira, um dos maiores arquitetos de Portugal da atualidade, que também assinou um projeto no Alentejo: a Adega Mayor, em Campo Maior.

Referência arquitetônica em nível mundial, a Adega Mayor é a primeira adega de autor do país. Considerada por muitos uma verdadeira obra de arte, também conta com mobiliários e iluminação projetados pelo arquiteto. A construção fez tanto sucesso que a adega produziu um vinho com o nome de Siza, uma edição exclusiva de 2.500 garrafas.

Outro destaque alentejano é o Hotel Santiago Cooking & Nature, localizado em Santiago do Cacém, região litorânea. Exemplar fantástico de arquitetura concebido inicialmente por Francisco Aires Mateus e remodelado pelo atelier Saraiva + Associados, o empreendimento possui design moderno e ambiente informal, em perfeita sintonia com a natureza, apresentando-se como um “restaurante com quartos”, já que privilegia as atividades ligadas à culinária.

 

Sobre o Alentejo

Considerado o destino mais genuíno de Portugal, o Alentejo é a maior região do país. Privilegiando um lifestyle tranquilo em que a experiência de viver bem dá o tom, conta com belas praias intocadas e cidades repletas de atrações ímpares, como castelos e monumentos históricos. Detentor de quatro títulos da UNESCO e diversos outros prêmios e reconhecimentos internacionais no setor do turismo, o Alentejo oferece opções para todos os tipos de viajantes, sejam famílias, casais em lua de mel ou aventureiros. Para mais informações, visite www.turismodoalentejo.com.br.

ADEGA MAYOR – CREDITO GONÇALO VILLAVERDE

Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons